Redes Sociais

Mundo

Profissional de saúde do Alasca é hospitalizado após sofrer “reação grave” à vacina contra a covid-19 da Pfizer

Thaís Garcia

Publicado

em

Um profissional de saúde no Alasca apresentou uma “reação grave” e foi posteriormente hospitalizado após receber uma dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer, que o Food and Drug Administration (FDA) aprovou na semana passada, de acordo com relatórios.

O profissional de saúde teve o que o The New York Times descreveu como uma “reação grave” após receber a vacina e permaneceu no hospital até a manhã de quarta-feira (16), segundo o jornal. O trabalhador não tinha “histórico de alergia a medicamentos”, relatou o The New York Times, acrescentando que “não está claro se ele ou ela sofria de outros tipos de alergia, de acordo com uma pessoa familiarizada com o caso”.

Neste mês, o Serviço Nacional de Saúde (NHS) da Grã-Bretanha confirmou que estava fornecendo “instalações de reanimação” em centros de vacinação, após relatos de dois indivíduos que sofreram reações anafiláticas após receber a vacina. Estes dois profissionais de saúde teriam histórico de reações alérgicas.

“Instalações de reanimação devem estar disponíveis o tempo todo para todas as vacinações. A vacinação só deve ser realizada em instalações onde medidas de reanimação estejam disponíveis”, disse a Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos de Saúde (MHRA) da Grã-Bretanha, oferecendo “conselhos de precaução”.

O FDA aprovou a vacina da Pfizer para uso emergencial na sexta-feira (11).

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites