Redes Sociais

Mundo

Primeiro-ministro antissemita da Malásia declara seu apoio ao grupo terrorista Hamas

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: ShehabNews

O líder do grupo terrorista Hamas, Ismail Haniyeh, se reuniu na quarta-feira (22) com o primeiro-ministro da Malásia, Mahathir Mohamad, que é notório por suas declarações antissemitas. Durante a reunião, Haniyeh elogiou o que chamou de liderança malaia “corajosa” por apoiar os direitos palestinos, segundo a agência de notícias turca Anadolu.

Os dois se encontraram em Putrajaya, capital administrativa do país, onde avaliaram a situação atual na Palestina, em particular as mais recentes “violações de Israel contra Jerusalém”, disse a Organização Cultural Palestina da Malásia (PCOM). Haniyeh, acompanhado por uma delegação, também enfatizou a importância de “frustrar os planos israelenses”.

Mohamad reiterou sua forte posição em apoiar o povo palestino e sua “justa causa”. Ele enfatizou a necessidade de uma “estratégia abrangente” para fortalecer o povo palestino. Mohamad é primeiro-ministro do país do sudeste asiático desde 2018 e atuou anteriormente em 1981-2003.

Em 2012, ele escreveu em seu blog pessoal que “os judeus governam este mundo por procuração”.

Em agosto de 2018, Mohamad defendeu seu direito de ser antissemita, argumentando que o antissemitismo é uma construção artificial criada para silenciar os críticos aos judeus. Em outubro daquele ano, o primeiro-ministro da Malásia chamou os judeus de “nariz empinado” e os acusou de criar problemas no Oriente Médio.

 

Com informações, Arutz Sheva.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites