Redes Sociais

Mundo

Primeiro animal de estimação testa positivo para o coronavírus

O animal de estimação está em quarentena.

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: iStock

Um cão testou positivo para o coronavírus depois de pegar a doença mortal de sua dona. O cão da raça Spitz-alemão-anão, também conhecida como Lulu-da-pomerânia, está agora em quarentena por 14 dias, depois que sua dona a levou ao veterinário na área de Happy Valley, em Hong Kong. Acredita-se que seja o primeiro caso de um animal de estimação sendo contaminado com o coronavírus, conhecido como COVID-19.

A dona do cachorro, Yvonne Chow Hau Yee, também testou positivo para o vírus.

O cão contaminado e sua dona Yvonne Chow Hau Yee | Imagem; NC

Ela levou seu animal de estimação ao veterinário, onde foram coletadas amostras orais, nasais e retais, e os resultados mostraram que o cão apresentou resultado positivo para o vírus.

O Departamento de Agricultura, Pesca e Conservação de Hong Kong disse que o cão não apresentava sintomas relevantes, mas confirmou que estava sendo mantido em quarentena.

Em comunicado, a agência disse que as amostras “positivas fracas” podem ser o resultado de “contaminação ambiental”.

Agora, o cão passará por testes adicionais na esperança de confirmar se ele está de fato infectado, pois ainda não existem evidências suficientes para sustentar se o vírus pode ou não ser transmitido aos animais de estimação.

A agência disse: “O AFCD não tem evidências de que animais de estimação possam estar infectados com o vírus COVID-19 ou podem ser uma fonte de infecção para as pessoas”.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Parceiros

alan correa criação de sites