Redes Sociais

Mundo

Político nepalês do Partido Comunista é preso por assédio e estupro de funcionária do parlamento federal

Thaís Garcia

Publicado

em

Político nepalês do Partido Comunista é preso por assédio e estupro de funcionária do parlamento federal 19
Imagem: Anil Kumar

No domingo (6), um político de destaque no Nepal, pertencente ao Partido Comunista do Nepal (PCN), foi preso por assediar e estuprar uma funcionária do secretariado do parlamento federal em sua residência.

O estupro ocorreu em 29 de setembro, quando o parlamentar Krishna Bahadur Mahara estava bêbado. A vítima sofreu várias contusões pelo ataque.

A vítima de estupro ligou diretamente para uma mulher da Câmara dos Deputados, Uma Regmi Adhikari, e por telefone, pediu justiça e apoio legal.

“Eu não esperava que chegasse a isso. Ele me agarrou e só saiu quando eu disse que ligaria para a polícia”, disse a vítima em entrevista a um site de notícias nepalês.

Krishna Bahadur Mahara era presidente do parlamento. Ele renunciou em 1 de outubro de 2019 por causa da alegação de estupro. O parlamentar também ocupou vários cargos ministeriais no passado, como o de Ministro da Informação e Comunicação no Governo do comunista Prachanda.

Mahara nega todas as alegações.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites