Redes Sociais

Mundo

“O populismo de direita que foca na classe média é o futuro”, diz Steve Bannon

Matheus F. Romero

Publicado

em

O ex-estrategista de Donald Trump, Steve Bannon (Imagem: Jonathan Bachman/Reuters)

Em entrevista ao Estadão publicada neste domingo (17), Steve Bannon, o ex-estrategista de Donald Trump, disse, entre outras coisas, que Jair Bolsonaro “é uma figura histórica agora” e “é emblemático o que [ele] pode fazer no restante do mundo”.

“Populismo é o futuro da política, eu acredito, se é conservador e de direita ou se é de esquerda é a questão. A diferença entre populismo de esquerda ou de direita é sobre intervenção do Estado. Mais intervenção do Estado na economia, nas nossas vidas, leva a um completo fracasso. O populismo de direita que foca na classe trabalhadora e classe média é o futuro. O fato de ter Trump, Salvini e Bolsonaro, nos EUA, Europa e América do Sul, mostra que o modelo funciona. Os três se conectam com a classe trabalhadora de uma forma visceral”, disse. “É por isso que penso que o capitão Bolsonaro é uma figura histórica agora, não só para o Brasil, mas é emblemático o que pode fazer no restante do mundo.”

Bannon também recomendou que Bolsonaro cumpra suas promessas de campanha:

“Você é um populista eleito, foi eleito com apoio popular. Só mantenha as promessas que fez às pessoas e estará bem. […] É uma era em que é um problema se você promete uma coisa e não entrega.”

Steve Bannon foi estrategista do presidente americano Donald Trump e um dos principais responsáveis pela retórica nacionalista que fez o republicano chegar ao poder.

 

Estudante, músico e defensor da liberdade.

Publicidade
5 Comentários

5 Comments

  1. Pingback: "O populismo da direita que é uma classe de mídia é o futuro", diz Steve Bannon – Conexão Política

  2. Pingback: "O populismo de direita que foca na classe media é o futuro", diz Steve Bannon – Conexão Política

  3. Pingback: "The right-wing populism-oriented middle class is the future," says Steve Bannon, a Political Relationship

  4. Laércio

    17.02.2019 at 20:57

    Eu tenho um pensamento próprio de que o estilo Bolsonaro é “POPULAR” não “POPULISTA”.
    Pelo estilo militar, creio que o que ele prega, não é para “agradar” e sim para “motivar”.
    Um Comandante deve ir à frente da Tropa, os que o seguem vão com confiança no líder, independente do resultado

  5. Domingos P.Lopes

    17.02.2019 at 20:49

    Desculpe. Mas o sr. Bannon não foi o um dos principais responsáveis por Trump ter chegado ao poder. Um dos livros mais “anti-Trump” que já foram publicados,cujo nome é “Fogo e Fúria” (Michael Wolff) teve como importante colaborador, segundo Jeffrey A. Tucker o sr. Bannon.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites