Redes Sociais

China

Novo acordo de armas com Taiwan aumenta a pressão sobre o relacionamento entre EUA e China

Thaís Garcia

Publicado

em

Novo acordo de armas com Taiwan aumenta a pressão sobre o relacionamento entre EUA e China 16
Imagem: AFP

O Departamento de Relações Exteriores dos EUA concordou com um grande acordo de armas com Taiwan. O acordo inclui 108 tanques do tipo M1A2 Abrams, que juntos somam cerca de 2 bilhões de dólares, e mísseis antitanque Stinger, no valor de US$ 224 milhões. A venda de equipamentos de defesa para o país asiático deverá debilitar ainda mais a já tensa relação entre os EUA e a China.

Desde 1949, Taiwan é governada separadamente. Mesmo assim, a China ainda considera a ilha como parte de seu território. Para o governo chinês, Taiwan é uma província apóstata e vê os laços americanos com a ilha como uma das questões mais delicadas em seu relacionamento com os EUA.

Na quinta-feira (6), o Ministério das Relações Exteriores da China se mostrou preocupado diante do acordo. A China pediu para que o princípio da “China Única” seja respeitado. Pois, oficialmente os EUA reconhecem o princípio desde 1979.

Os americanos puseram fim às relações diplomáticas com Taiwan em 1979, mas ainda são os principais fornecedores de armas. Segundo o Pentágono, os EUA já venderam mais de US $ 15 bilhões em armas para Taiwan desde 2010.

 


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites