Redes Sociais

Noruega

Prefeita pede para remover Estrela de Davi de decoração de Natal na Noruega

Thaís Garcia

Publicado

em

Prefeita pede para remover Estrela de Davi de decoração de Natal na Noruega 16
Imagem: Reprodução/Twitter

A prefeita do município de Strand na Noruega, Irene Heng Lauvsnes, pediu à Igreja Pentecostal de Klippen que substitua uma grande Estrela de Davi luminária, usada como decoração natalina, por uma estrela de Natal tradicional em um parque municipal, informou o jornal norueguês Strandbuen.

“O parque em nossa cidade deve permanecer neutro”, disse Lauvsnes ao jornal, após denúncias de que a decoração está “associada a Israel e judeus”.

A igreja está considerando conceder o pedido porque “não quer provocar de forma alguma”, disse o representante da igreja, Tom Øystein Angelsen, ao jornal Strandbuen.

O uso da Estrela de Davi nas decorações de Natal não é incomum no norte da Europa.

Prefeita pede para remover Estrela de Davi de decoração de Natal na Noruega 17

Estrela de Davi usada como decoração de Natal em cidade na Noruega. Foto: Twitter.

A intervenção do município causou revolta, inclusive ao editor-chefe do jornal Dagen-dag, Vebjørn Selbekk.

“Os burocratas municipais claramente não querem expressões judaicas ou israelenses em sua festa de Natal. Então, quase precisamos lembrá-los de alguns fatos importantes sobre o motivo de celebrarmos o Natal”, escreveu Selbekk em sua coluna.

“Feliz Judeu, Livre Natal! Este feriado de Natal é caracterizado pelo fato de um menino judeu ter nascido, de uma mãe judia, em um estábulo judeu, em uma cidade judia e em um país judeu”, acrescentou Selbekk.

No entanto, a prefeita mantém sua exigência.

“O parque deve permanecer neutro”, disse Lauvsnes, a prefeita ao jornal Aftenbladet.

Com o temor de ofender muçulmanos que imigram em massa para a Europa e serem acusados de discriminação, nota-se que cada vez mais políticos europeus vêm cedendo ao politicamente correto; e como consequência, suas tradições cristãs de séculos estão sendo desvalorizadas ou deixadas para trás.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

alan correa criação de sites