Redes Sociais

Espanha

Narcossubmarino interceptado na Espanha veio da Colômbia

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem ilustrativa. Acredita-se que o submarino seja semelhante ao que apareceu na costa dos EUA (foto de arquivo) Crédito: Guarda Costeira dos EUA.

A polícia espanhola interceptou o que se acredita ser o primeiro submarino vindo da América Latina usado para contrabandear drogas para a Europa. O narcossubmarino veio da Colômbia e nele foram apreendidas três toneladas de cocaína.

Fontes policiais afirmam que o submarino de 20 metros de comprimento, similar ao usado pelos narcotraficantes para transportar cocaína da Colômbia para o México e os EUA, foi detectado nas águas da região noroeste da Galícia quando sua tripulação de três homens chegou ao local com dificuldades, devido a problemas no motor.

Nas primeiras horas da manhã de domingo (24), dois homens equatorianos foram presos, mas uma caçada continua para capturar um terceiro membro da quadrilha, que é considerado cidadão espanhol.

Antes de tentar escapar em terra na entrada de uma das muitas baías e enseadas estreitas da Galícia, a tripulação submarina afundou deliberadamente a embarcação com uma grande quantidade de cocaína ainda a bordo, depois de supostamente despejar parte de sua carga no mar.

O delegado do governo espanhol na Galícia, Javier Losada, disse que a operação para interceptar o submarino havia sido coordenada com outras forças de segurança internacionais, acrescentando que as autoridades estavam tentando rebocar o submarino afundado.

“Por enquanto, sabemos que as drogas estão a bordo porque um mergulhador conseguiu entrar na engenhoca. Mas não poderemos saber a quantidade exata até que ela possa ser extraída e pesada ”, disse Losada ao La Voz da Galicia nesta segunda-feira (25).

Helicópteros e equipamentos de flutuação foram enviados para a área perto do ponto de Couso, ao norte de Vigo, mas os recursos de resgate marítimo da Galícia estão atualmente esgotados, devido a uma operação em andamento para salvar o Blue Star, um navio-carga que transportava produto químico que encalhou na semana passada perto de Ferrol.

Segundo uma reconstrução de eventos pelo jornal La Voz da Galicia, tanto os investigadores da polícia espanhola quanto os portugueses possuíam informações sobre os movimentos do submarino, que eles acreditam ter feito uma escala em Cabo Verde e também foi detectado na costa de Portugal.

Os investigadores da polícia acreditam que a tripulação tentou se encontrar no mar com um navio de pesca para descarregar as drogas, mas o desembarque não deu certo e o submarino foi forçado a voltar perto da costa com problemas técnicos, incluindo falta de combustível.

Por volta das 3 horas da manhã de domingo (24), a polícia avistou o arco do submarino a cerca de 80 metros da Praia do Foxo, levando os tripulantes a abandonarem o navio depois de abrir uma escotilha para afundar o navio, em uma profundidade que se acredita ser inferior a 10 metros.

Os três homens, em roupas de mergulho, nadaram até chegar em terra firme e carregando sacolas. A polícia não esclareceu como quem escapou conseguiu iludir as autoridades.

Em 2006, as autoridades da mesma região da Galícia, um ponto de entrada tradicional na Espanha para cocaína, encontraram um submarino caseiro que havia sido abandonado, mas é a primeira vez que um submarino desse tipo é pego em ação.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites