Redes Sociais

Mundo

Mulher suspeita de enviar carta envenenada para Trump é presa

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Shealah Craighead

Uma mulher suspeita de enviar uma carta endereçada ao presidente Donald Trump que continha o veneno letal ricina foi presa, de acordo com o departamento de segurança dos EUA.

A ricina é um veneno encontrado naturalmente na mamona e pode ser mortal para os humanos, Uma mínima exposição a uma pequena quantidade pode matar em 36 a 72 horas.

Um adulto precisa de apenas 1,78 mg de ricina injetada ou inalada para morrer. Isso é mais ou menos do tamanho de alguns grãos de sal de mesa.

De acordo com as autoridades, a mulher foi levada sob custódia por oficiais da Alfândega e Proteção de Fronteiras dos EUA enquanto tentava entrar nos EUA pelo Canadá em um cruzamento de fronteira no estado de Nova York no domingo.

Os promotores dos EUA devem apresentar acusações contra ela, que ainda não teve a identidade revelada.

A carta foi interceptada antes de chegar à Casa Branca, segundo informou o Federal Bureau of Investigation (FBI) no último sábado (19).

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites