Redes Sociais

Mundo

Mídia holandesa espalha ‘fake news’ sobre governo Bolsonaro

Thaís Garcia

Publicado

em

Mark Lobbezoo

Nesta manhã, a emissora pública de rádio e TV holandesa NOS, publicou desinformações sobre o governo Bolsonaro em seu site de notícias.

De acordo com o autor da matéria, os 100 primeiros dias de governo Bolsonaro foram de “muita falácia e pouca ação”.

O NOS noticiou que o tempo de “lua de mel de Jair Bolsonaro acabou”. Acrescentou que “o entusiasmo dos brasileiros pelo presidente de ‘extrema-direita’ esmoreceu consideravelmente e que sua popularidade diminuiu nas pesquisas”.

O NOS desinforma a população holandesa, publicando que o presidente Bolsonaro prometeu implementar reformas, mas desde que ele chegou ao poder, muitos desses planos de reforma não se concretizaram.

Além disso, publicaram que o governo é marcado por caos e instabilidade, mencionando que o presidente exonerou dois de seus ministros. E sugerindo brigas e provocações do presidente contra o “poderoso” presidente da Câmara, Rodrigo Maia.

1964, carnaval e filhos
Continuando com a desinformação, o jornal criticou o presidente e as forças armadas brasileira, por declararem que o exército salvou o Brasil das garras do comunismo – a respeito do posicionamento de ambos, sobre o “golpe militar de 64”.

As críticas continuaram. Até sobre o posicionamento do presidente durante o carnaval, que confrontou a população brasileira no Twitter, por se escandalizar com as cenas sodomitas, de homens praticando o “Golden shower”, em plena área pública, o jornal criticou.

Nem os filhos do presidente escaparam das críticas do jornal, que mencionou a existência de “graves problemas do filho do presidente”, a respeito de Flávio Bolsonaro. Além disso, transmitiu a falsa ideia, de que “muitos brasileiros estão aborrecidos com a grande influência dos filhos do presidente no governo”.

Marcel van Hattem
O correspondente do NOS, Marc Bessems, entrevistou o deputado federal holando-brasileiro, Marcel van Hattem. Em sua entrevista, o deputado admitiu que o parlamento ainda não está funcionando de forma otimizada.

Na entrevista, o deputado federal rejeitou as declarações de Bolsonaro sobre a ditadura: “Toda ditadura, seja de esquerda ou direita, está errada”.

Na reportagem, o NOS sugeriu que: “Segundo os críticos”, o presidente deve “twittar” menos e começar a governar mais. E pediu para o deputado comentar a “crítica”.

“Eu diria: ele poderia twittar mais sobre a reforma previdenciária, por exemplo. Isso ajudaria”, disse Marcel van Hattem ao NOS.

O deputado comentou também sobre a reforma da previdência: “Eu não me importo muito com esses 100 dias. Somente quando a reforma previdenciária for aprovada, poderei dar uma pontuação a Bolsonaro.”

As 35 metas em 100 dias
Todas as 35 metas dos 100 dias foram alcançadas pelo governo de Jair Messias Bolsonaro.

Entre as metas alcançadas estão a redução da máquina administrativa, as concessões no setor de transportes, a facilitação do porte de armas, o projeto de lei Anticrime, o leilão de cessão onerosa, o 13º do Bolsa Família e a melhora no ambiente de negócios do turismo.

Confira neste link da reportagem do Conexão Política, as metas alcançadas nos primeiros cem dias de governo.

Censura e falsa informação
Não só a mídia brasileira, mas parece que há uma concordância internacional da grande mídia, em espalhar falsas informações, para desestabilizar qualquer governo conservador e de direita; como o governo do presidente Bolsonaro.

As realizações do governo Bolsonaro e exposição da corrupção de décadas no Brasil, têm incomodado os “poderosos”.

O império destes está sendo abalado, e a queda é grande. Perder poder e dinheiro têm tirado seu sono; e estão utilizando de todos os artifícios para reprimir a verdade.

Mas o gigante acordou, as redes sociais estão sendo o grande canal de comunicação para abrir os olhos e ouvidos da nação. Além de ser o instrumento ideal, para uma comunicação direta do presidente com o seu povo.

Certamente, esses corruptos farão de tudo para criar empecilhos e censurar a mídia independente e os canais de comunicação que propagam a verdade.

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites
2r1cl5phksggddln