Redes Sociais

México

Cartel mexicano ‘Sinaloa’ liberta filho preso de ‘El Chapo’. Assista ao vídeo.

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Um Cartel mexicano libertou Ovidio Guzmán, o filho do traficante ‘El Chapo’, com armas pesadas e poucas horas após sua prisão.

Ovidio Guzmán foi preso por tráfico de drogas nesta quinta-feira (17), em uma casa na cidade de Culiacán, no México. O cartel de Sinaloa atacou os soldados envolvidos com armas de fogo automáticas e libertou o traficante.

Assista ao vídeo da operação de “resgate” do traficante Ovidio Guzmán, filho de El Chapo.

O pai
O infame narcotraficante mexicano, Joaquin Guzmán (62), está atrás das grades pelo resto de sua vida. Em julho deste ano, um juiz federal de Nova York, nos EUA, condenou “El Chapo” à prisão perpétua.

Na presença da Sra. Guzmán, Emma Coronel Aispuro, o traficante Joaquin Guzmán, ouviu do juiz Brian Cogan que ele nunca mais sairá de uma cela.

El Chapo é levado à prisão de segurança máxima nos EUA, em Julho de 2019. Foto: AP.

Porém, não é possível afirmar isso, pois o El Chapo sempre foi uma caixa de surpresas. Em 2016, ele foi pego no México e extraditado para os EUA no ano seguinte. Antes disso, através de subornos, o traficante mexicano conseguiu escapar duas vezes de sua cela.

Desta vez, a chance de El Chapo fugir novamente parece zero. De acordo com a mídia americana, Joaquin Guzmán cumprirá sua sentença em uma prisão fortemente vigiada no Colorado. O ADX (Administrative Maximum Facility) é uma prisão “supermax” (de segurança máxima) em Florença, no Colorado, onde os detentos mais perigosos dos EUA estão presos. Até hoje, ninguém escapou desta prisão.

Em ADX Florence – apelidado de “Alcatraz das Montanhas Rochosas”, por causa da famosa prisão em São Francisco – El Chapo ficará em uma cela de uma unidade de controle especialmente projetada; uma espécie de prisão dentro da prisão. El Chapo terá que passar pelo menos 22 horas por dia em uma solitária, isolado de todos os contatos com o mundo exterior.

El Chapo é culpado de dez crimes. Estes variavam de contrabando e tráfico de drogas por navios e aviões, ao funcionamento de uma organização criminosa, o cartel mexicano de Sinaloa, além dos vários assassinatos cometidos e a prática de lavagem de dinheiro.

O capital do chefe do narcotráfico está estimado em mais de 12,6 bilhões de dólares e as autoridades americanas vão tentar recuperá-lo. A sentença determinou também o pagamento de uma indenização de 12,6 bilhões de dólares, o que corresponde aos lucros do tráfico de drogas que ele obteve no país.

A revista Forbes considerou El Chapo como uma das pessoas mais ricas do mundo.

Parece ser o fim da história do Barão de Drogas, El Chapo, mas não de seu filho.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Parceiros

alan correa criação de sites