Redes Sociais

Mundo

Menina de 12 anos que ficou dez dias nas garras de um pedófilo condenado é encontrada viva na Sérvia

Thaís Garcia

Publicado

em

Menina de 12 anos que ficou dez dias nas garras de um pedófilo condenado é encontrada viva na Sérvia 15
Imagem: B92

A menina de 12 anos, Monika Karimanovic, que ficou dez dias nas garras de um pedófilo condenado de 46 anos, foi encontrada viva na Sérvia. Segundo a mídia local B92, ela foi encontrada em uma fazenda perto da cidade de Pasjaca.

As circunstâncias precisas sob as quais a criança foi encontrada não foram divulgadas pela polícia.

O sequestro de Monika deixou os sérvios em estado de alerta. Logo surgiu a suspeita de que Ninoslav Jovanovic (46) estava por trás do sequestro. O pedófilo foi anteriormente condenado por estupro de uma menina de 12 anos e ficou preso por mais de dez anos.

Monika foi internada no hospital para realizar exames e receberá acompanhamento psicológico. Os pais da garota estão com ela. Imagens da mídia local mostram que ela foi carregada em uma maca da fazenda.

A menina foi libertada depois que os proprietários da fazenda descobriram que o pedófilo Jovanovic, que havia alugado a fazenda, mantinha uma menina em cárcere privado. Os proprietários imediatamente alertaram a polícia, mas Jovanovic conseguiu escapar, deixando Monika para trás.

Menina de 12 anos que ficou dez dias nas garras de um pedófilo condenado é encontrada viva na Sérvia 16

Fazenda onde Monika foi encontrada pela polícia sérvia. Foto: Anel Grbović.

Caça ao predador
Cerca de 500 agentes da polícia sérvia iniciaram uma caça ao predador sexual.

Segundo Monika, o pedófilo estava portando uma faca e uma arma de fogo. Ele disse à menina que “não cairia nas mãos da polícia com vida”.

A polícia está vasculhando 36 vilarejos perto do local. Cemitérios também são examinados. A polícia acredita que o pedófilo possa estar escondido em uma das muitas estruturas que costumam ser encontradas nos cemitérios sérvios.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

alan correa criação de sites