Redes Sociais

Mundo

Jovem cria próteses em impressora 3D e doa para quem não tem condições de comprar

Miguel Gomes

Publicado

em

Natural da Espanha, Guilhermo Martinez, o engenheiro industrial de 24 anos, decidiu dedicar os seus anos em ajudar ao próximo. Ele fabrica e doa próteses para pessoas carentes.

Tudo começou quando o jovem comprou uma impressora 3D e passou a estudar robótica. Guilhermo se apaixonou pela área e começou a fabricar próteses de diversos modelos. O desejo dele sempre foi ajudar as pessoas sem cobrar qualquer valor por isso.

“Comecei a fazer muitas próteses manuais impressas em 3D por diversão. Então pensei comigo: e se puder realmente ajudar alguém?”, explica.

Diante da ação voluntária, ele relata que passou a receber milhares de mensagens sobre suas o trabalho desenvolvido. Com isso, Guilhermo desenvolveu o projeto ‘Ayúdame3D’, que já distribuiu gratuitamente milhares de próteses para pessoas carentes em mais de 40 países, como Quênia, El Salvador, Chade, Marrocos, Tanzânia, Espanha e muitos outros.

Feitos de plástico, os braços impressos em 3D facilitam a vida de deficientes físicos, auxiliando os usuários durante atividades cotidianas.

Cada prótese custa em média $50, mas as inúmeras doações para sua instituição permitem que Guilhermo tenha todos os custos arcados.

Reprodução

Reprodução

Conheça mais sobre o projeto em: www.ayudame3D.org

alan correa criação de sites