Redes Sociais

Israel

Tecnologia inovadora extrai água potável do ar

Thaís Garcia

Publicado

em

Tecnologia inovadora extrai água potável do ar 15
Reprodução

Pesquisadores da Faculdade de Engenharia Civil e Ambiental do Instituto Israelense Technion projetaram e implementaram uma tecnologia patenteada para extrair umidade do ar. Espera-se que o novo protótipo seja altamente eficiente em termos de energia, custo-benefício e elimine as barreiras anteriores ao emprego da coleta de umidade atmosférica.

Funcionamento
O sistema separa o vapor de água do ar usando um subsistema dessecante líquido. O dessecante líquido, carregado de umidade, entra em um sistema de condensação-dessorção, onde o resfriamento e condensação são realizados somente no vapor de água extraído, em vez de no ar úmido, economizando assim a energia para resfriar o ar seco (como é feito em sistemas de resfriamento direto).

Tecnologia inovadora extrai água potável do ar 16

Sistema do Instituto Israelense Technion

O processo opera como um sistema de estágio único, uma vez que o vapor é absorvido pelo dessecante líquido, que é então circulado para os subsistemas de separação e condensação (sem o ar). Possíveis fontes de energia para a dessorção de vapor incluem calor de baixa qualidade ou um aquecedor solar. Um trocador de calor pode ser usado, se o calor indesejado do regenerador puder ser usado para aquecer o dessecante carregado, antes do estágio de regeneração. Ainda que isso seja altamente dependente das condições ambientais e possa ser controlado durante a operação.

Utilidade
“Planejamos administrar o sistema durante todo o verão e extrair água potável da atmosfera (úmida)”, diz o professor Broday.

Em comparação com os sistemas concorrentes que utilizam o resfriamento direto do ar, espera-se que este novo sistema seja significativamente mais eficiente em termos energéticos. Mas isso ainda precisa ser confirmado experimentalmente e conforme o planejado, os testes serão realizados nos próximos meses.

Durante um ano inteiro de operação, os cientistas estarão otimizando o protótipo, comparando as previsões com os efeitos em tempo real do clima e das estações do ano.

Fonte: T3 – Technion Technology Transfer

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites