Redes Sociais

Israel

Israel homenageia empresário cristão libanês que comprou e doou artefatos nazistas

Thaís Garcia

Publicado

em

Israel homenageia empresário cristão libanês que comprou e doou artefatos nazistas 15
Imagem: AFP

Abdallah Chatila, um rico empresário cristão libanês que gastou centenas de milhares de dólares em artefatos de Hitler em um leilão para mantê-los fora das mãos dos neonazistas, foi homenageado publicamente pelo presidente de Israel no domingo (8).

O presidente israelense, Reuven Rivlin, recebeu Chatila em um evento em Jerusalém e agradeceu por comprar e doar as recordações para a Keren Hayesod, uma organização judaica que promove a imigração judaica para Israel.

Os artefatos, que incluem a cartola de Hitler, agora são mantidos em segurança no memorial do Holocausto Yad Vashem em Jerusalém, para nunca serem usados ou apreciados por quem odeia o povo judeu.

Israel homenageia empresário cristão libanês que comprou e doou artefatos nazistas 16

Cartola de Hitler. Foto: AP

“Sua doação é de grande importância neste momento, quando as pessoas estão tentando negar a verdade histórica. Esses artefatos, que você generosamente está disponibilizando para Yad Vashem, ajudarão a transmitir o legado do Holocausto para a próxima geração que não encontrará sobreviventes”, disse Rivlin a Chatila.

“O que você fez foi aparentemente tão simples. Mas esse ato de graça mostra ao mundo inteiro como combater a glorificação do ódio e do incitamento contra outras pessoas. Foi um ato verdadeiramente humano. Eu sei que você recebeu muitas vezes agradecimentos, mas era importante dizer alto e claro aqui em Beit HaNasi em Jerusalém – nós agradecemos e agradecemos muito por isso”, continuou Rivlin.

Abdallah Chatila agradeceu gentilmente ao presidente e disse que é uma “grande honra” estar com ele em Jerusalém. Ele também incentivou outros a agir contra o antissemitismo.

“Quando li sobre os artefatos à venda, pensei imediatamente que precisava comprá-los e destruí-los. Então pensei que não tinha o direito de decidir o que fazer com os itens e estou tão feliz que eles estejam agora no Yad Vashem. Sinto um arrepio ao entender o quanto isso é importante para o povo judeu, mas acho que há uma mensagem mais ampla para o mundo inteiro: que ‘Nunca Mais’ não é um slogan sem sentido. Através de atos como esse, podemos garantir que essas coisas nunca mais aconteçam”, disse Chatila.

Chatila também visitou o Yad Vashem e prestou homenagem às vítimas do Holocausto.

O presidente da Keren Hayesod, Sam Grundwerg, e o presidente do Yad Vashem, Avner Shalev, também homenagearam Chatila no evento.

“O que você fez como um ato espontâneo garante que esses artefatos não terminem nas mãos erradas. Você impediu isso e os levou ao local onde a história é contada e onde a próxima geração é educada. Muito obrigado”, disse Presidente do Yad Vashem, Avner Shalev.

Sam Grundwerg, presidente da Keren Hayesod, disse que Chatila “esclareceu” um capítulo “muito sombrio” da história judaica.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

alan correa criação de sites