Redes Sociais

China

Após proibição de comércio nos EUA, Huawei reduz produção de smartphones

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: France 24

Como resultado da proibição dos EUA, a Huawei teve que reduzir seus pedidos ao principal fornecedor, a taiwanesa Foxconn.

Já não é mais segredo que a gigante dos smartphones chineses está passando por sérios problemas. A guerra comercial entre os EUA e o governo chinês afetou diretamente a Huawei.

Segundo fontes do South China Morning Post, a Foxconn (fornecedora do Xiaomi e Apple, entre outros) teria parado várias linhas de produção, devido ao reduzido número de pedidos da Huawei. No rescaldo dos recentes desenvolvimentos que colocaram a empresa na Lista de Entidades dos EUA, muitas empresas romperam seus laços com a Huawei. Como resultado, a empresa pode, às vezes, ter dificuldades e, consequentemente, reduzir a produção.

Plano B

No entanto, a Huawei já está trabalhando em um plano B. Como a empresa é muito dependente do sistema operacional do Google, ela está desenvolvendo o seu próprio sistema operacional, baseado em Android para seus smartphones.

Esse novo sistema operacional seria chamado de “Ark OS”. A gigante já teria entrado com uma patente no escritório de patentes alemão DPMA.

Segundo a empresa, o novo sistema operacional ainda suportaria aplicativos Android. Dessa forma, os usuários atuais do Android não seriam prejudicados.

O novo sistema operacional será lançado no outono de 2020.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Parceiros

alan correa criação de sites