Redes Sociais

Holanda

Holandeses protestam contra recriação de partido político que defende legalização da pedofilia e posse de pornografia infantil

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: ANP

Uma manifestação contra a pedofilia ocorreu em Utrecht, na Holanda, neste domingo (25). O protesto é uma iniciativa da organização ‘Save All Kids’ (Salve Todas as Crianças) e tem como alvo o partido PNVD – Partij voor Naastenliefde, Vrijheid en Diversiteit (Partido pelo Amor ao Próximo, Liberdade e Diversidade), que foi recriado neste verão europeu.

A sigla defende a legalização da pedofilia (do sexo entre adultos e crianças a partir dos doze anos) e quer permitir a posse de pornografia infantil.

A ‘Save All Kids’ havia anunciado com antecedência que queria um protesto pacífico contra a aceitação e normalização da pedofilia. A organização também diz expressamente “não” ao PNVD.

“Nós defendemos todas as crianças”, disseram durante a manifestação.

Imagem: Robin Utrecht.

Adeptos do futebol e um grande grupo de membros de vários moto clubes, como os Intocáveis, Carovana, Redneck Rebels e Proud Boys participaram da manifestação. Este último clube é conhecido como um movimento conservador de direita. Ao todo, segundo a polícia, cerca de duzentas a trezentas pessoas teriam participado do ato.

PNVD

O partido holandês PNVD foi fundado em 2006. Na época, o feito causou grande repercussão e chegou a ser noticiado por Estadão e BBC. No entanto, após duas tentativas malsucedidas de participar das eleições, a sigla foi dissolvida quatro anos depois. Uma recriação do partido ocorreu em 7 de agosto deste ano. A legenda defende, entre outras coisas, a legalização da pedofilia e posse de pornografia infantil.

Vítimas

Durante o protesto, várias vítimas de pedofilia falaram sobre seus traumas pessoais. Os discursos das vítimas foram de partir o coração, uma delas, Kimberley, contou que foi abusada e estuprada por anos.

“Como é possível que o PNVD faça ouvir a sua voz?”, questionou Kimberley.

A jovem de 24 anos, Anja, de Amsterdã, contou que foi abusada por um membro da família. Ela disse que a iniciativa dos protestos é bastante positiva.

“Absurdo que o PNVD possa existir em nosso país. No que me diz respeito, continuaremos até que [o partido] seja banido”, disse Anja.

A demonstração durou cerca de duas horas e decorreu de forma pacífica.

Assista ao vídeo dos discursos das vítimas (em Holandês).

Com informações, AD e Hart van Nederland.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites