Redes Sociais

Mundo

Herdeiro da Coca-Cola foi preso no Caribe com 1,3 milhão de dólares em maconha

Redação

Publicado

em

Herdeiro da Coca-Cola foi preso no Caribe com 1,3 milhão de dólares em maconha 18
Reprodução / Internet

Um bilionário grego e herdeiro da fortuna da Coca-Cola foi preso na ilha caribenha de São Cristóvão, depois que uma busca em seu jato particular revelou mais de 1,3 milhão de dólares em cannabis a bordo, segundo vários relatórios.

Alkiviades “Alki” David, de 50 anos, foi preso pela Unidade Anti-Narcóticos do Aeroporto Internacional Robert L. Bradshaw, depois que autoridades alfandegárias encontraram cerca de 5.000 plantas de maconha, além de sementes e uma variedade de outros produtos de cannabis, segundo o jornal Vancouver Sun.

Ele foi acusado de fornecer drogas controladas na federação, funcionários da Força Policial de St. Christopher e Nevis confirmaram ao The Daily Express.

David afirmou que as plantas a bordo eram “todas de cânhamo” e estavam relacionadas a um novo empreendimento para iniciar um negócio legal de maconha na região. Ele e Chase Ergen, o herdeiro da fortuna dos satélites, anunciaram em abril que formaram um consórcio destinado a desenvolver o negócio de cannabis em países do Caribe Oriental, como Saint Kitts-Nevis, Dominica e Antigua.

Os planos incluíam a compra de terras agrícolas e parceria com os agricultores para criar uma entidade cooperativa. O consórcio já realizou suas primeiras reuniões com líderes empresariais e governamentais em toda a região e expandirá seu alcance durante o mês de maio.

David é um herdeiro do Leventis-David Group, que detém a participação majoritária na Coca-Cola Helenic, a maior empresa de engarrafamento da Europa. A família Leventis vale mais de US $ 388 milhões, segundo a The Sunday Times Rich List de 2018. A publicação britânica estima que David vale mais de US $ 2,8 bilhões.

O bilionário recentemente enfrentou problemas com alei em abril, depois que uma ex-funcionária foi demitida por se recusar a fazer sexo com ele, informou a People. David pagou US $ 11,1 milhões em um acordo de assédio.

David foi libertado depois de pagar U$ 30.000 em fiança. Ele está deve comparecer ao Tribunal de Magistrado de Basseterre em 14 de maio e, será obrigado a entregar todos os documentos de viagem e se reportar à Delegacia de Polícia de Frigate Bay para check-ins diários.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites