Redes Sociais

Mundo

Guaidó terá que prestar contas à Justiça se voltar à Venezuela, diz Maduro

Redação

Publicado

em

Nicolás Maduro e Juan Guaidó (Imagem: Yuri Cortez/AFP/G1)

O ditador da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou na segunda-feira (25) que o líder da oposição e autoproclamado presidente, Juan Guaidó, irá responder à Justiça se decidir voltar ao país.

Na última sexta-feira, Guaidó atravessou a fronteira e foi à Colômbia, desrespeitando as ordens do ditador. Em Bogotá, o opositor disse que pretende voltar.

Em entrevista ao canal de notícias americano ABC, Maduro disse que Guaidó desrespeitou uma ordem judicial quando viajou para a Colômbia para acompanhar no sábado (23) o que seria o “Dia D” da entrega da ajuda humanitária à Venezuela.

“Ele pode sair e voltar e terá que prestar contas à Justiça, porque a Justiça o proibiu de deixar o país. Ele tem que respeitar as leis”, afirmou.

O Tribunal Supremo da Venezuela, que é favorável a Nicolás Maduro, congelou as contas de Guaidó e o proibiu de sair do país.

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites