Redes Sociais

Mundo

Explosão em Beirute deixou cratera de 43 metros de profundidade

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Reuters

A forte explosão no porto de Beirute abriu uma cratera de 43 metros de profundidade.

A informação foi confirmada pelas autoridades de segurança libanesas.

A explosão foi tão intensa ao ponto de devastar bairros inteiros. Ainda segundo o governo do Líbano, o ocorrido deixou mais de 300 mil pessoas desabrigadas, com mais de mais de 150 mortes e cerca de 6 mil feridos.

Conforme registrou o Conexão Política, a Embaixada do Líbano em Brasília divulgou nota em seu site e nas redes sociais onde pede ajuda humanitária “para o atendimento às vítimas da tragédia e para a reconstrução da área atingida” em Beirute, após a explosão do porto da cidade, próximo a uma região de lazer, compras e escritórios – onde funciona inclusive a Embaixada do Brasil.

De acordo com o comunicado da Embaixada do Líbano, o país precisa de assistência médica, “em todos os seus ramos” e suprimentos cirúrgicos e hospitalares.

Também são pedidos materiais de construção, “incluindo equipamentos elétricos e vidro” e o fornecimento de instalações e equipamentos para a reconstrução do Porto de Beirute.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites