Redes Sociais

Europa

Primeiro-ministro húngaro: “Nunca devemos aceitar a troca populacional”

Thaís Garcia

Publicado

em

Primeiro-ministro húngaro: "Nunca devemos aceitar a troca populacional" 20
Imagem: AFP/Getty Images

Durante um discurso recente, o primeiro-ministro conservador da Hungria, Viktor Orbán, atacou a ideia de que a “migração de substituição deveria ser usada para resolver os problemas demográficos enfrentados por muitos países ocidentais”.

O discurso de Orbán foi proferido na 3ª Cúpula Demográfica de Budapeste, realizada nos dias 5 e 6 deste mês. Durante o discurso, Orbán enfatizou que o problema mais importante que a Europa enfrenta atualmente é o declínio da população, informou a imprensa húngara.

Para o primeiro-ministro húngaro, a imigração nunca deve ser considerada uma solução para os problemas demográficos.

“Nunca devemos aceitar a troca populacional”, declarou Orbán.

Política pró-família
Orbán também afirmou que seu governo está trabalhando em direção a uma política forte, que prioriza a família e incentiva o nascimento de filhos.

“Sem famílias e crianças, a comunidade nacional desaparecerá. E se uma nação desaparecer, algo insubstituível desaparecerá do mundo”, explicou o primeiro-ministro.

Segundo Orbán, o futuro de uma nação e do povo só pode ser garantido, se as famílias da nação tiverem melhores oportunidades financeiras de ter filhos, em vez de não ter filhos.

“Vencemos apenas se pudermos construir um sistema, em que aqueles que tenham filhos, vivam significativamente melhor do que se não tivessem iniciado uma família”, continuou Orbán.

É assim que o governo húngaro segue sua política pró-família.

Orbán também criticou o chamado “argumento verde” sem sentido, de que “os europeus deveriam parar de ter filhos para salvar a terra”. De acordo com o primeiro-ministro, esse tipo de argumento deveria ser completamente descartado.

 

Com informações, Voice of Europe.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites