Redes Sociais

Europa

Estudo revela que jovens judeus europeus enfrentam mais antissemitismo que seus pais

Redação

Publicado

em

Estudo revela que jovens judeus europeus enfrentam mais antissemitismo que seus pais 20
Foto: Reprodução / Internet

De acordo com um estudo da União Europeia publicado nesta quinta-feira, jovens judeus europeus experimentam mais antissemitismo do que seus pais enfrentaram. Uma das razões, segundo aponta o estudo, seria o advento da internet, com um aumento de abusos feitos em e-mails, mensagens de texto, e publicações em redes sociais.

Cerca de 44% dos entrevistados no estudo entre 16 e 34 anos de idade sofreram algum tipo de assédio, mais que o dobro da proporção para os que têm mais de 60 anos, de acordo com o levantamento feito pela Agência da UE para Direitos Fundamentais. 

Mais de 80% de judeus de todas as idades disseram ter sentido que o antissemitismo havia crescido na internet nos últimos cinco anos e que cerca de 70% disse ter enfrentado algum tipo de hostilidade em público. 

A maioria dos entrevistados na pesquisa da UE disseram que muçulmanos radicais esteviram envolvidos nos abusos. 

Mais de três quartos dos jovens judeus não relatou incidentes de abusos vindos de autoridades, mostrou a pesquisa. 

O estudo foi baseado em dados coletados através de uma pesquisa online em maio e junho de 2018, obtida com respostas de 16.395 pessoas consultadas de todas as idades e de 12 países diferentes. 


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites