Redes Sociais

Estados Unidos

Processo “Kraken” de Sidney Powell finalmente chegou à pauta da Suprema Corte dos Estados Unidos

Thaís Garcia

Publicado

em

O processo “Kraken”, da advogada Sidney Powell, finalmente chegou à pauta da Suprema Corte dos Estados Unidos.

A ação judicial contém uma auditoria forense feita em Michigan que pretende mostrar uma fraude eleitoral sistêmica por meio da tabulação do sistema de votação da Dominion.

Leia tambem: Relatório de auditoria diz que software Dominion é ‘propositalmente’ projetado para ‘criar fraude sistêmica’

O ação judicial alega que cerca de 200.000 votos fraudulentos foram dados na eleição.

O documento de Powell aponta que “os esquemas multifacetados e artifícios para fraudar implementados pelo [Estado de Michigan] e seus colaboradores resultaram na contagem ilegal, ou fabricação total, de centenas de milhares de cédulas ilegais, inelegíveis, duplicadas ou puramente fictícias em Michigan”.

“O mesmo padrão de fraude eleitoral e fraude na contagem de votos ocorreu em todos os estados indecisos, com apenas pequenas variações em Michigan, Pensilvânia, Arizona e Wisconsin”, diz o processo.

O processo de Powell também alega que no estado da Geórgia, a Dominion foi incapaz de “reproduzir repetidamente resultados eleitorais dignos de crédito”.

Nos próximos dias, a Corte decidirá se o caso será ouvido.

 

 

alan correa criação de sites