Redes Sociais

Estados Unidos

Operação do Departamento de Imigração e Alfândega dos EUA e parceiros resulta em quase 40 prisões de predadores sexuais de crianças

Thaís Garcia

Publicado

em

HSI/ Dept. de Polícia de Phoenix

A HSI tem parceria com as autoridades locais para o combate à exploração infantil

PHOENIX, Arizona – As Investigações de Segurança Interna (HSI) colaboraram com o Departamento de Polícia de Phoenix, o Departamento de Polícia de Mesa, o Departamento de Polícia de Tempe, o Departamento de Polícia de Chandler e o Gabinete do Procurador-Geral do Arizona para a Operação ‘Hearts Broken’ (Corações Partidos). A operação de uma semana começou no início de fevereiro e resultou em quase 40 prisões de predadores sexuais de crianças.

“Esta operação multiagência é apenas um dos muitos exemplos que ressalta a importância de trabalhar em conjunto com nossos parceiros locais e estaduais de aplicação da lei para tirar esses supostos predadores das ruas”, disse Scott Brown, agente especial responsável pela HSI em Phoenix, no Arizona. “O trabalho incansável de todos resultou em um número impressionante de prisões. Continuaremos nosso compromisso inabalável de servir e proteger nossa comunidade contra qualquer pessoa que busque explorar sexualmente nossa população mais vulnerável.”

A Operação Hearts Broken foi uma operação secreta que tinha como alvo predadores sexuais envolvidos em crimes sexuais contra crianças e tráfico humano. Durante o período operacional, policiais e detetives disfarçados colocaram anúncios em sites e aplicativos que são comumente procurados por pedófilos em busca de atos sexuais ilegais com crianças. Esses 37 predadores solicitaram e/ou negociaram vários atos sexuais e foram posteriormente presos.

Todos os anos, essas agências se reúnem para conduzir operações desse tipo em um esforço contínuo para reduzir a demanda que alimenta o tráfico de crianças, jovens e adultos em nossas comunidades. Os predadores sexuais da última operação tinham idades entre 21 e 66 anos.

A HSI é uma diretoria do Departamento de Imigração e Alfândega dos EUA (ICE) e o principal braço investigativo do Departamento de Segurança Interna dos EUA, responsável por investigar crimes e ameaças transnacionais, especificamente aquelas organizações criminosas que exploram a infraestrutura global por meio das quais o comércio internacional, viagens, e movimento financeiro. A força de trabalho da HSI de mais de 10.400 funcionários consiste em mais de 7.100 agentes especiais designados para 220 cidades nos Estados Unidos e 80 locais no exterior em 53 países.

A presença internacional da HSI representa a maior presença investigativa do Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos (DHS) no exterior.