Redes Sociais

Estados Unidos

The New York Times pediu desculpas por publicar charge anti-semita

“Sempre foi um jornal anti-Israel, e sim, anti-judaico”, declarou o filho de Benjamin Netanyahu.

Redação

Publicado

em

Charge publicada pelo New York Times na quinta-feira.

O jornal americano The New York Times pediu desculpas no sábado (27 de abril) por publicar um cartum anti-semita do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu e do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

O desenho, publicado quinta-feira na edição internacional, mostra Netanyahu como um cão-guia usando um colar com uma estrela de David,  guiando um cego, Trump, que está usando uma kipá.

O filho do primeiro-ministro Benjamin Netanyahu, Yair, criticou o New York Times pela charge: “Ninguém deve se surpreender com o desenho vil, anti-semita publicado em New York Times,” Yair completou: “sempre foi um jornal anti-Israel, e sim, anti-judaico.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Conexão Política é um jornal digital inteiramente compromissado com a cobertura e análise das principais pautas sobre política nacional e internacional | [email protected]

alan correa criação de sites