Redes Sociais

EUA

“Não fume cigarro eletrônico enquanto a pesquisa estiver em andamento”, alertam os EUA após a 5º morte associada ao uso do cigarro eletrônico

Thaís Garcia

Publicado

em

"Não fume cigarro eletrônico enquanto a pesquisa estiver em andamento", alertam os EUA após a 5º morte associada ao uso do cigarro eletrônico 15
Imagem: Staff photo/DAN PEARCE

Nos EUA, mais uma pessoa morreu devido às consequências de uma nova doença pulmonar, fortemente ligada ao fumo do cigarro eletrônico. O número de casos está aumentando rapidamente. Agora, trata-se de 450 pacientes, 5 dos quais morreram.

Desde o mês passado, está em andamento uma investigação que deve fornecer mais clareza sobre a nova doença e se ela é realmente causada pelo fumo do cigarro eletrônico. Enquanto não houver um esclarecimento do assunto, o serviço de saúde americano CDC (Centro para o Doenças e a Prevenção de Doenças) aconselha os usuários a não fumar mais os cigarros eletrônicos.

Os pacientes diagnosticados com a nova doença pulmonar são em sua maioria relativamente jovens e tinham boa saúde antes do diagnóstico. Sabe-se que eles fumaram o cigarro eletrônico, pouco antes de terem as queixas.

“Muitas pessoas consideram o cigarro eletrônico uma alternativa menos perigosa ao tabagismo, mas não é isento de riscos”, afirmou o Dr. Howard Zucker, comissário do Ministério da Saúde de Nova York no início do caso à imprensa americana.

Investigação
De acordo com o CDC (Centro para o Doenças e a Prevenção de Doenças) dos EUA , vários estados americanos iniciaram uma investigação sobre a relação entre fumar o cigarro eletrônico e a nova doença pulmonar. Pelo menos 450 arquivos estão sendo investigados.

As cinco mortes foram confirmadas nos estados da Califórnia, Illinois, Indiana, Minnesota e Oregon.

Falta de ar, cansaço, tosse, dor no peito e perda de peso; essas são reclamações que constam nos dossiês dos pacientes que estão sendo examinados. Todos esses pacientes informaram que haviam fumado recentemente um cigarro eletrônico.

Estes são motivo suficiente para o Ministério da Saúde dos EUA investigar ativamente se existe esta relação entre os cigarros eletrônicos e as queixas.

No estado de Wisconsin, 25 casos estão sendo investigados. Enquanto em Minnesota, o Ministério se concentra nos profissionais de saúde; que foram solicitados a estarem alertas quando receberem pacientes com queixas pulmonares.

Todos os pacientes diagnosticados com a nova doença pulmonar já foram submetidos a uma terapia intensiva.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites