Redes Sociais

Estados Unidos

Mensagem de Melania para os EUA: ‘Lembremo-nos de que somos uma nação sob o domínio de Deus’

Thaís Garcia

Publicado

em

Alex Wong | Getty Images

Nesta última segunda-feira (11), a primeira-dama dos Estados Unidos, Melania Trump, divulgou uma declaração sobre os últimos acontecimentos que abalaram o país.

Confira a íntegra do texto publicado pela Casa Branca:

“Primeira-dama dos EUA, Melania Trump: Nosso caminho adiante

Como todos vocês, refleti sobre o ano passado e como o inimigo invisível, a Covid-19, varreu nosso belo país. Todas as nações experimentaram a perda de entes queridos, dificuldades econômicas e os impactos negativos do isolamento.

Como sua primeira-dama, foi inspirador testemunhar em primeira mão o que as pessoas de nossa grande Nação fazem umas pelas outras, especialmente quando estamos mais vulneráveis.

Em quase todas as experiências que tive, descobri-me levando muitas histórias de pessoas para casa comigo em meu coração.

Mais recentemente, meu coração está com: a Veterana da Força Aérea, Ashli ​​Babbit, Benjamin Philips, Kevin Greeson, Rosanne Boyland e os oficiais da polícia do Capitólio, Brian Sicknick e Howard Liebengood. Oro pelo conforto e força de suas famílias durante este momento difícil.

Estou desapontada e desanimada com o que aconteceu na semana passada. Acho vergonhoso que em torno desses eventos trágicos tenha havido fofoca lasciva, ataques pessoais injustificados e falsas acusações enganosas sobre mim – de pessoas que procuram ser relevantes e têm uma agenda. Desta vez, trata-se exclusivamente de curar nosso país e seus cidadãos. Não deve ser usado para ganho pessoal.

Nossa nação deve se curar de maneira civilizada. Não se engane, eu condeno absolutamente a violência que ocorreu no Capitólio de nossa nação. A violência nunca é aceitável.

Como americana, tenho orgulho de nossa liberdade de expressar nossos pontos de vista sem perseguição. É um dos ideais mais importantes sobre o qual a América está fundamentalmente construída. Muitos fizeram o maior sacrifício para proteger esse direito. Com isso em mente, gostaria de pedir aos cidadãos deste país que parem por um momento, façam uma pausa e vejam as coisas de todas as perspectivas.

Imploro que as pessoas parem com a violência, nunca façam suposições com base na cor da pele de uma pessoa ou usem ideologias políticas diferentes como base para agressão e perversidade. Devemos ouvir uns aos outros, focar no que nos une e nos elevar acima do que nos divide.

É inspirador ver que tantos encontraram paixão e entusiasmo ao participar de uma eleição, mas não devemos permitir que essa paixão se transforme em violência. Nosso caminho adiante é nos unirmos, encontrar nossos pontos em comum e sermos o tipo de pessoa forte que sei que somos.

A força e o caráter do nosso país se revelaram nas comunidades afetadas por desastres naturais e nesta terrível pandemia que afetou a todos nós. O traço comum em todas essas situações desafiadoras é a determinação inabalável da América de ajudar uns aos outros. Sua compaixão mostrou o verdadeiro espírito de nosso país.

Como eu disse durante o verão, são nesses momentos decisivos que olharemos para trás e contaremos aos nossos netos que, por meio de empatia, força e determinação, fomos capazes de restaurar a promessa de nosso futuro. Cada um de vocês é a espinha dorsal deste país. Vocês são as pessoas que continuam a fazer dos Estados Unidos da América o que são e têm a incrível responsabilidade de preparar nossas futuras gerações para deixar tudo melhor do que o encontraram.

Foi a maior honra da minha vida servir como sua primeira-dama. Quero agradecer aos milhões de americanos que apoiaram meu marido e a mim nos últimos 4 anos e mostraram o incrível impacto do espírito americano. Agradeço a todos vocês por me permitirem servi-los em plataformas que me são preciosas.

Mais importante, peço cura, graça, compreensão e paz para nossa grande nação.

Todos os dias, lembremo-nos de que somos uma nação sob o domínio de Deus. Deus abençoe a todos vocês e Deus abençoe os Estados Unidos da América.

Atenciosamente,

Melania Trump”

alan correa criação de sites