Redes Sociais

EUA

EUA desenvolverão novos mísseis após saída de tratado de armas nucleares

Davy Albuquerque

Publicado

em

EUA desenvolverão novos mísseis após saída de tratado de armas nucleares 21

Nesta sexta-feira (2), minutos depois de a Rússia declarar o fim do tratado para limitação de Forças Nucleares de Alcance Intermediário (INF, na sigla em inglês), o secretário de Estado americano, Mike Pompeo, anunciou a retirada formal dos Estados Unidos do tratado que havia sido assinado em 1987 pelo presidente americano Ronald Reagan e o presidente soviético Mikhail Gorbachov, limitava o uso de mísseis de médio alcance, tanto convencionais como nucleares.

Logo depois, o governo americano anunciou que começará a desenvolver novos mísseis terra-ar, dando início a uma nova corrida armamentista entres as duas potências nucleares globais.

“Agora que nos retiramos (do tratado), o Departamento de Defesa continuará com o desenvolvimento destes mísseis convencionais para lançamento terra-ar, como uma resposta prudente às ações da Rússia” — disse o chefe do Pentágono , Mark Esper.

O chefe do Pentágono, Mark Esper, acrescentou que os americanos começaram as pesquisas sobre estes sistemas de mísseis em 2017, enquanto permaneciam sob o tratado INF relativo às forças nucleares intermediárias. Mas como os Estados Unidos cumpriram “escrupulosamente” suas obrigações com o tratado de 1987 até sua retirada formal, “estes programas estão nas primeiras etapas”, afirmou Esper em um comunicado.

O presidente Donald Trump assegurou que qualquer novo tratado para frear o desenvolvimento de mísseis nucleares deveria incluir também a China.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Colunista político e editor-chefe do Conexão Política; Fundador do Movimento Brasil Conservador. Brasileiro com orgulho, cristão por convicção, política por vocação.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites