Redes Sociais

Estados Unidos

Conselho Nacional de Igrejas dos EUA pede remoção de Trump do cargo

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Conselho Nacional De Igrejas dos EUA/ Faceboook

O Conselho Nacional de Igrejas (CNI) dos Estados Unidos escreveu uma Carta Aberta em que pede ao vice-presidente, Mike Pence, e ao Congresso que iniciem o processo de impeachment do presidente Donald Trump.

O Conselho diz estar fazendo isso em resposta à invasão de grupos no Capitólio e por apoiadores de Trump não confiarem nos resultados da eleição presidencial.  O CNI alega que o presidente dos EUA colocou em risco ‘a segurança do país e das instituições’ e ‘colocou seus próprios interesses acima dos do país’.

O Conselho Nacional De Igrejas é formado por 38 denominações afiliadas, composta por mais de 100.000 congregações nos Estados Unidos, com cerca de 45 milhões de membros. O CNI tem sido visto com uma força de liderança no movimento ecumênico nos Estados Unidos. O conselho também está ligado a organizações e ações de cunho progressista e ao Conselho Mundial de Igrejas, com sede em Genebra, na Suíça.

Em carta, eles pedem ao Congresso dos Estados Unidos e ao vice-presidente Mike Pence que iniciem o procedimento.

É espantoso que o Conselho esteja se pronunciando politicamente na questão, especialmente porque uma parte significativa dos membros de suas igrejas votaram e são apoiadores de Trump. O posicionamento do conselho pode desencadear em uma possível divisão de membros das igrejas envolvidas.

Leia a Carta Aberta na íntegra:

CARTA ABERTA PARA O VICE-PRESIDENTE PENCE, OS MEMBROS DO CONGRESSO E O GABINETE QUE APELA A REMOÇÃO DO PRESIDENTE TRUMP DO CARGO

8 de janeiro de 2021

Nossa fé nos instrui a levar a sério as posições de liderança, a não desviar os outros e a ser cuidadosos com o que dizemos e fazemos. Em Filipenses 2: 3-4, somos ensinados a: “Nada façais por ambição egoísta ou vaidade, mas com humildade considerai os outros como melhores do que vós.

As ações e palavras do presidente Donald J. Trump colocaram em risco a segurança do país e suas instituições de governo, incitando um ataque violento, mortal e sedicioso da multidão no Capitólio dos EUA. Suas palavras e ações colocaram a vida das pessoas a quem ele deveria servir em grave perigo para promover seus próprios interesses. Além disso, ele não apenas falhou em parar ou condenar o ataque depois que o Capitol foi invadido, mas também encorajou a multidão chamando-os de patriotas. Esse ataque terrorista doméstico resultou em pelo menos cinco mortes, incluindo um policial do Capitólio e mais de uma dúzia de policiais feridos. A profanação do edifício do Capitólio também foi vergonhosa e repreensível.

Para o bem da nação, para que possamos acabar com o terror atual e preparar o caminho para curar as feridas da nação, nós, como líderes das comunidades membros do Conselho Nacional das Igrejas de Cristo nos EUA (NCC), acreditamos chegou a hora de o presidente dos Estados Unidos, Donald J. Trump, renunciar imediatamente ao cargo. Se ele não estiver disposto a renunciar, instamos você a exercer as opções fornecidas por nosso sistema democrático.

Além disso, reconhecemos a necessidade de responsabilizar não apenas aqueles que invadiram o Capitólio, mas também aqueles que apoiaram e / ou promoveram as falsas alegações do presidente sobre a eleição, ou fizeram suas próprias acusações falsas.

Lamentamos por nosso país neste momento difícil e continuamos a orar por segurança e proteção e, finalmente, pela cura de nossa nação. Responsabilizar aqueles que abusaram de seu poder e participaram dessas ações imorais e trágicas, em particular o Presidente dos Estados Unidos, é um passo em direção à cura.

Assinado:

Jim Winkler, Secretário Geral e Presidente, Conselho Nacional de Igrejas

Rev. Dr. John C. Dorhauer, Ministro Geral e Presidente, Igreja Unida de Cristo e Presidente, Conselho Diretor do Conselho Nacional de Igrejas

Bispo W. Darin Moore, Bispo Presidente, Igreja AME Zion e Ex-Presidente Imediato, Conselho Nacional de Igrejas

Bispo Teresa Jefferson-Snorton, Igreja Episcopal Metodista Cristã e Vice-Presidente, Conselho Nacional de Igrejas

Rev. Teresa Hord Owens, Ministra Geral e Presidente, Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)

Rev. Dr. Néstor Gómez, A Igreja Cristã (Discípulos de Cristo)

Rev. Paula Clayton Dempsey, Diretora de Relações de Parceria, Alliance of Baptists (Aliança dos Batistas)

Bispo Elizabeth Eaton, Bispo Presidente, Igreja Evangélica Luterana na América

The Most Rev. Michael B. Curry, Bispo Presidente e Primaz, A Igreja Episcopal

Bispo sênior Lawrence Reddick, Igreja Episcopal Metodista Cristã

Bispo Sally Dyck, Oficial Ecuménico do Conselho dos Bispos, Igreja Metodista Unida

Rev. Dr. Jean Hawxhurst, Oficial Ecumênico da Equipe, Igreja Metodista Unida

Rev. Eddy Alemán, Secretário Geral, Igreja Reformada na América

Rev. Jane Siebert, Presidente, Igreja Swedenborgiana (ou Nova Igreja) da América do Norte

Sua Eminência o Arcebispo Vicken Aykazian, Diretor Ecumênico e Legado Diocesano, Igreja Armênia, Diocese Oriental da América

Dra. Kimberly Brooks, Igreja Episcopal Metodista Africana

Rev. Richard Tafel, Igreja Swedenborgiana (ou Nova Igreja)

Carole Collins, Diretora de Operação, Alliance of Baptists (Aliança dos Batistas)

Reverendo Brenda Girton-Mitchell, Convenção Batista Nacional Progressiva

Rev. Dr. W. Franklyn Richardson, Presidente, Conferência das Igrejas Negras Nacionais

Stephen M. Veazey, Presidente (Chefe de Comunhão), Comunidade de Cristo

Sua Graça Mar Awa Royel, Bispo da Califórnia e Secretário do Santo Sínodo, Igreja Assíria do Oriente

Bispo Francis Krebs, Bispo Presidente da Comunhão Católica Ecumênica

Rev. Dr. James Herbert Nelson II, Secretário Declarado da Assembleia Geral da Igreja Presbiteriana (EUA), Igreja Presbiteriana (EUA)

alan correa criação de sites