Redes Sociais

EUA

Ataque antissemita durante celebração do Chanucá em Nova York faz várias vítimas, deixando duas em estado grave

Thaís Garcia

Publicado

em

Ataque antissemita durante celebração do Chanucá em Nova York faz várias vítimas, deixando duas em estado grave 15
Imagem: Mohamed Sadek

Uma celebração do Chanucá em um subúrbio de Nova York se transformou em horror na noite de sábado (28), depois que um homem invadiu a festa e esfaqueou várias pessoas. Cinco vítimas foram levadas para hospitais próximos e duas estão em estado grave de saúde, segundo a polícia local.

Chanucá é uma festa judaica, também conhecido como o Festival das luzes, que marca a vitória de Judas (Yehudá) Macabeu sobre os selêucidas da Síria no século II a.C. e a retomada de Jerusalém.

O Conselho Ortodoxo de Assuntos Públicos Judaicos da região do Vale do Hudson disse em um tweet que as vítimas dentro da residência Monsey eram judeus chassídicos.

Segundo o CBS New York, a polícia local disse que o autor do ataque antissemita fugiu do local em um veículo, mas que foi rapidamente localizado e detido no Harlem à meia-noite do sábado.

Letitia James, a Procuradora Geral de Nova York, disse que estava “profundamente perturbada” com a situação.

“Não há tolerância para atos de ódio de qualquer tipo e continuaremos monitorando essa situação horrível”, disse a procuradora em um post no Twitter.

A unidade antiterrorista da polícia de Nova York disse que estava “monitorando de perto” os relatórios.

“Estamos monitorando de perto os relatos de várias pessoas esfaqueadas em uma sinagoga em Monsey, NY (Condado de Rockland)”, comunicou o Departamento da Polícia de Nova York no Twitter.

Em Israel, o presidente Reuven Rivlin expressou seu “choque e indignação” pelo ataque.

“A ascensão do antissemitismo não é apenas um problema judeu, e certamente não é apenas o problema do Estado de Israel. Devemos trabalhar juntos para enfrentar esse mal, que está levantando a cabeça novamente e é uma ameaça genuína em todo o mundo”, disse ele em comunicado.

O ataque ocorreu um dia depois que a polícia da cidade de Nova York disse que policiais estavam intensificando patrulhas em distritos fortemente judeus, após uma série de ameaças e ataques antissemitas.

O autor do ataque antissemita, cujo nome não foi divulgado pela polícia de Nova York, foi transferido de volta ao Condado de Rockland por volta das 4 da madrugada, de sábado para domingo.

A CBS News divulgou uma imagem do agressor sendo levado pela polícia de Nova York.

Ataque antissemita durante celebração do Chanucá em Nova York faz várias vítimas, deixando duas em estado grave 16

Foto: CBS News.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Parceiros

alan correa criação de sites