Redes Sociais

Itália

Estudo Italiano mostra que o uso de hidroxicloroquina em pacientes hospitalizados com covid-19 está associado à redução da mortalidade

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

Resultados de um estudo observacional multicêntrico italiano, o CORIST, com 3.451 pacientes hospitalizados com covid-19 mostra risco de morte 30% menor nos pacientes que receberam a hidroxicloroquina. O estudo foi publicado no Science Direct nesta terça-feira (25).

O estudo teve como objetivo investigar a relação entre a terapia com HCQ e a mortalidade hospitalar de pacientes com covid-19. O desfecho primário em uma análise de tempo até o evento foi a morte hospitalar, comparando pacientes que receberam HCQ com pacientes que não receberam.

O estudo observacional retrospectivo italiano analisou 3.451 pacientes não selecionados hospitalizados em 33 centros clínicos na Itália, de 19 de fevereiro de 2020 a 23 de maio de 2020, com infecção por SARS-CoV-2 confirmada em laboratório.

Resultados

Dos 3.451 pacientes com covid-19, 76,3% receberam HCQ. As taxas de mortalidade (por 1.000 pessoas-dia) para pacientes recebendo ou não HCQ foram de 8,9% e 15,7%, respectivamente. Após o ajuste para os escores de propensão, os pesquisadores observaram um risco 30% menor de morte em pacientes recebendo HCQ (HR = 0,70; IC 95%: 0,59 a 0,84; valor E = 1,67). As análises secundárias produziram resultados semelhantes. A associação inversa de HCQ com mortalidade de pacientes internados foi particularmente evidente em pacientes com proteína C reativa elevada na entrada.

Conclusões

Após os resultados observados no estudo, incluindo uma grande amostra da vida real de pacientes hospitalizados com covid-19 em toda a Itália, os pesquisadores concluem que o uso de HCQ (200 mg duas vezes / dia)  foi associado a um risco 30% menor de morte em pacientes hospitalizados com covid-19. Dentro dos limites de um estudo observacional e aguardando resultados de ensaios clínicos randomizados, esses dados não desestimulam o uso do HCQ em pacientes internados com covid-19.

 

 

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites