Redes Sociais

Mundo

Estudantes de origem asiática processam Harvard por favorecerem candidatos negros

Matheus F. Romero

Publicado

em

Estudantes de origem asiática processam Harvard por favorecerem candidatos negros 20
Imagem: Reprodução/Diary Store

O Departamento de Justiça dos Estados Unidos manifestou nesta quinta-feira (30) seu apoio a estudantes que estão processando a Universidade Harvard pelo sistema de cotas que, segundo eles, discriminam os candidatos asiático-americanos e favorecem candidatos negros, informa O Globo.

Os estudantes de origem asiática que foram rejeitados por Harvard afirmam que a universidade vem sistematicamente discriminando o grupo, limitando o número de admitidos do grupo de asiáticos-americanos afim de promover “alunos menos qualificados de outras raças”.

A universidade pediu que o processo fosse anulado antes mesmo do julgamento, mas o Departamento de Justiça negou o pedido. “Harvard fracassou em mostrar que não discrimina ilegalmente os asiático-americanos”, afirmou o Departamento de Justiça nesta quinta-feira (30).

Para o governo americano, as decisões da Suprema Corte exigem que as universidades considerem a raça um fator importante nas admissões de alunos, e cabe às próprias universidades definirem suas metas com relação à diversidade.

O caso foi trazido à tona pelo grupo anti-ação afirmativa Students for Fair Admissions.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites