Redes Sociais

Espanha

“A Espanha não resistirá a um segundo verão sem turismo”, diz CEO da rede de hotéis Meliá

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

O CEO da rede internacional de hotéis e resorts Meliá, Gabriel Escarrer, alertou que a Espanha não sobreviverá a um segundo verão sem turismo.

“A Espanha não resistirá a um segundo verão sem turismo. É vital projetar AGORA um roteiro que inclua uma estratégia de vacinação público-privada 24 horas por dia, 7 dias por semana, e protocolos e medidas para viagens seguras que estejam alinhadas com a indústria do turismo #SalvandoOTurismo”, escreveu Escarrer no Twitter.

No ano passado, apenas 19 milhões de turistas visitaram a Espanha; o menor número desde 1969. A queda no número de turistas em mais de 80% em relação a 2019 é resultado de lockdowns e outras medidas restritivas tomadas pelo governo espanhol durante a epidemia de covid-19.

Em 2020, turistas estrangeiros gastaram apenas 19,7 bilhões de euros; uma queda de 78,5% em relação ao ano anterior.

Em 2019, o turismo representou cerca de 12% do PIB espanhol; já em 2020, é estimado que o turismo corresponda a apenas 4 ou 5% do PIB.

A queda do turismo foi um golpe para a economia espanhola.