Redes Sociais

Artigo

Em defesa do eterno e do transcendente

Bruno Lustosa

Publicado

em

Em defesa do eterno e do transcendente

Cultura Ocidental em Xeque

Atualmente o mundo Ocidental vive sob um ataque ás instituições que foram os pilares para a construção do mesmo.

Engenharia Social, controle de mentes, sociedade administrada, uniformidade de pensamento e ruptura total da atual estrutura da nossa civilização.

O Marxismo Cultural vem sendo amplamente difundido no Ocidente, buscando romper com as tradições e legado das gerações passadas.

Como diz Vladimir Tismaneanu no seu livro ‘Do Comunismo”, o mal se institucionalizou no séc. XX através do Comunismo.

Ideologia x Valores

Quem é movido por ideologias está sem associação da realidade.

O conservador é movido por valores que são transcendentes, é respeitar o legado deixado pelos seus antepassados.

O Conservador persegue a moral, os valores, os princípios e a edificação de caráter mesmo sabendo que é errante e imperfeito, não se coloca acima de julgamento moral como faz um marxista.

O Ceticismo Conservador preza pelo valor às tradições ao invés do futuro rumo a perfeição do homem.

O Conservador reconhece a importância da liberdade individual, da livre cooperação e trocas como percebeu Adam Smith em “Riqueza das Nações”.

O modus operandi do Conservador se tornou uma espécie “de contrato primitivo eterno de uma sociedade também eterna” como definiu Edmund Burke.

Chesterton disse que a moral cristã seria atacada pelo relativismo e a decadência da seria o trágico resultado do que observamos atualmente.

“Ter o direito  de fazer uma coisa não é, em absoluto, estar certo de fazê-la”, cita Chesterton em seu livro “A Short History of England”.

Pacto com o Eterno

Os valores morais da Bíblia nos mostram aquilo que Deus valoriza.

Jesus veio a este mundo para nos ensinar sobre o que é realmente para nossa vida, nessa busca temos sintonia com Ele (João 14:6), devemos ser movidos pelo amor (Colossenses 3:14).

Os princípios cristãos se tornaram a Égide contra o relativismo moral, contra o ataque a instituições como a igreja e a família.

A Égide na mitologia grega era o escudo mágico que Zeus utilizava contra os Titãs e lhe garantia defesa pessoal.

O Titã é o Estado-Deus opressor que busca suprimir todo o legado cristão para instaurar por intermédio de imediata ruptura uma Nova Ordem. Conservador vem de conservar, manter o pacto criado entre Deus e o homem e não para renega-lo  atirando a humanidade em um abismo de caos social e desordem. Em defesa do Eterno e do transcendente.

Brasileiro. Escrevo sobre história e política internacional.

alan correa criação de sites