Redes Sociais

Mundo

Em carta a Biden, governadores pedem cooperação para ‘fortalecer agenda ambiental’

Marcos Rocha

Publicado

em

Official White House Photo by Adam Schultz

Às vésperas da Cúpula Mundial do Clima, nos dias 22 e 23, e em um cenário de críticas internacionais às políticas ambientais do governo Bolsonaro, o Fórum de Governadores se reuniu com representantes da Embaixada dos Estados Unidos para solicitar a realização de parcerias no tema das mudanças climáticas.

O fórum entregou uma carta, assinada por 21 governadores, dirigida ao presidente Joe Biden, apresentando a posição do grupo sobre “ações necessárias para a preservação do meio ambiente e o combate aos impactos prejudiciais das alterações no clima” e defendendo parcerias com a gestão do mandatário.

No documento, eles indicam a vontade de firmar parcerias com o objetivo de promoção do equilíbrio climático, de cadeias econômicas verdes e de adoção de tecnologias que diminuam a emissão de carbono.

“Juntos podemos construir com agilidade a maior economia de descarbonização do planeta, criando referências para impulsionar a transição da economia mundial para um modelo carbono neutro, orientando uma retomada verde pós-pandemia”, sugerem os governadores.

As autoridades brasileiras elencam no texto as suas responsabilidades com a redução dos gases de efeito estufa, o estímulo a energias renováveis, o combate ao desmatamento, à proteção do bem-estar dos povos indígenas e formas de viabilizar massivos reflorestamentos.

“A aliança ‘Governadores pelo Clima’ está estruturando políticas climáticas, sociais e econômicas interligadas (base do desenvolvimento sustentável) e vem construindo intercâmbios com governadores, lideranças da América Latina e governos da Europa”, argumentam.

O intuito, segundo eles, é “apresentar inovações e parcerias de alto impacto, que considerem o protagonismo das agendas locais, para alcançarmos o desenvolvimento sustentável de maneira mais ampla”.

Apenas 6 governadores não assinaram a carta, são eles: Ibaneis Rocha (MDB), do Distrito Federal; Reinaldo Azambuja (PSDB), do Mato Grosso do Sul; Ratinho Júnior (PSD), do Paraná; Marcos Rocha (PSL), de Rondônia; Antonio Denarium (Sem Partido), de Roraima; e Daniela Reinehr (Sem Partido), de Santa Catarina.

Governadores que não assinalaram à carta endereçada ao presidente americano | Imagem: Reprodução

FALE COMIGO: [email protected] — editor-chefe do Conexão Política e natural de Campo Grande (MS).