Redes Sociais

Mundo

Domingo de eleição presidencial na Polônia

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: © REUTERS

Neste domingo, 12 de julho, aconteceu o segundo turno das eleições presidenciais na Polônia. A votação ocorreu das 07:00 às 21:00 horas, horário local. O atual presidente conservador da Polônia, Andrzej Duda, do Partido Nacional da Lei e Justiça (PiS), está concorrendo com o rival centrista Rafał Trzaskowski.

Andrzej Duda se tornou presidente da Polônia em 2015 e está concorrendo por mais cinco anos no cargo. Ele chegou ao topo na primeira rodada da disputa presidencial no mês passado, conquistando 43,5% dos votos.

Rafał Trzaskowski é um ex-ministro do governo que foi eleito prefeito de Varsóvia em outubro de 2018. No primeiro turno, ele conseguiu 30,46% dos votos, de acordo com a Comissão Nacional Eleitoral (PKW).

Na Polônia, o presidente é o chefe de Estado, o primeiro-ministro é o chefe de Governo. O presidente é o comandante supremo das Forças Armadas, tem o poder de vetar legislação aprovada pelo parlamento, que pode ser anulada por uma maioria de 3/5 e pode dissolver o parlamento sob certas condições.

Nenhum candidato dentre os 11 candidatos obteve maioria absoluta no primeiro turno de votação em 28 de junho. As regras polacas das eleições especificam que, se nenhum candidato à presidência ganhar mais de 50% dos votos no primeiro turno, um segundo turno será realizado duas semanas depois.

Por causa da COVID-19, existem precauções rigorosas sanitárias. Os eleitores devem cobrir o nariz e a boca ao votar, higienizar as mãos e manter uma distância de 2 metros entre si em filas.

No segundo turno, as pessoas com deficiência, as mulheres grávidas, as crianças com menos de três anos e os cidadãos com mais de 60 anos receberam acesso prioritário às assembleias de voto.

Por enquanto, o silêncio eleitoral na Polônia continua, com a proibição de todas as campanhas até as contagens fecharem às 21h.

Segundo pequisas de boca de urna do segundo turno, Duda está com 50,4% dos votos e Trzaskowski com 49,6%.

O Conexão Política estará acompanhando os resultados e trará mais informações em breve.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites