Redes Sociais

Mundo

Os impactos do bombardeio dos EUA sobre a Síria

Miguel Gomes

Publicado

em

Adam Schultz | Official White House

O ataque dos Estados Unidos, nesta quinta-feira (26), nas infraestruturas utilizadas pelas milícias pró-iranianas no nordeste da Síria, deixou cerca de 17 mortos.

Esta foi a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden, que respondeu a tiros de foguetes pontos estratégicos das forças ocidentais no Iraque.

De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos, os ataques destruíram três caminhões de munições que estavam chegando do Iraque através de um posto de fronteira ilegal, situado no sul da cidade síria de Abu Kamal.

O porta-voz do Ministério da Defesa americano, John Kirby, qualificou a operação militar de ‘defensiva’ em um comunicado. Ainda segundo ele, os ataques destruíram diversas estruturas que estavam sitiadas nas proximidades de um posto de fronteira que é apoiado pelo Irã, principalmente do grupo Kataeb Hezbollah.

“A operação foi autorizada em resposta aos disparos recentes contra os funcionários americanos e a coalizão ocidental no Iraque”, declarou Kirby.