Redes Sociais

Mundo

Colégio interrompe lições de pautas LGBT após reação de pais muçulmanos

As aulas foram interrompidas até o final de abril.

Douglas Santos

Publicado

em

Reprodução | The Guardian

Uma escola na comunidade de Parkfield, na Inglaterra, foi forçada a suspender suas aulas ‘No Outsiders’ até depois da Páscoa, enquanto uma consulta é realizada com os pais.

As tensões entre a escola e os pais têm aumentado devido ao ensino de estilos de vida LGBT nas salas de aula.

A escola primária, que tem cerca de 740 alunos, está localizada em uma área predominantemente muçulmana. 

Diversos pais muçulmanos estão travando uma guerra contra a escola, já que no Islã a homossexualidade é estreitamente proibida.

De acordo com Alum Fórum Comunidade Rock, o principal argumento dos muçulmanos são o “enfraquecimento dos direitos dos pais e promovendo agressivamente a homossexualidade.”

Em uma carta aos pais, o conselho curador da Excelsior multi Academy Trust, que administra a escola, confirmou que as aulas seriam interrompidas até o final de abril.

O fórum acrescentou que, apesar das repetidas petições, protestos e diálogos instigados pelos pais, eles têm sido “arrogantemente ignorado.”

CONTATO: [email protected] | Natural de Manaus, estudante de Ciências Econômicas e editor do Conexão Política.

Publicidade
5 Comentários

5 Comments

  1. Darlon Shelter (@ShelterDarlon)

    13.03.2019 at 04:54

    Se os pais das crianças muçulmanas se sentem deslocados, por que não voltar para o seu país de origem? Muçulmanos na Alemanha, também protestaram contra a decoração de natal de um shopping em Berlim. Ora,
    se estou morando na casa de um ateu, eu não posso obrigá-lo a botar a imagem de Cristo na parede. Simples
    assim.

  2. Alessandro

    06.03.2019 at 21:27

    queria ver se fossem cristãos protestando, será que a escola iria fazer a mesma coisa ?

  3. Wallace Emerich Garcia

    06.03.2019 at 14:53

    Será que os esquerdistas hipócritas vão se manifestar contra a opressão muçulmana ou o cinismo estampado deles só vale quando é para atacar os cristãos ?

  4. José Higino

    06.03.2019 at 13:28

    Um absurdo ensinar isto nas escolas . No Brasil também tem de ser proibido . Sexo é vida e não pode ser banaliado pelos deslocados da sociedade . Quer queimar rosca ou ralar bom bril é problema de cada um , mas não pode pregar isso para as crianças . É uma opção de adulto !

  5. João Pereira

    06.03.2019 at 12:49

    E a burragem da esquerdopatia que defendem por muçulmanos e LGBTs na mesma caixa.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites