Redes Sociais

China

China está usando testes de covid-19 com cotonete anal

Thaís Garcia

Publicado

em

China está usando testes de Covid-19 com cotonete anal, um método que a mídia estatal chinesa afirmou na semana passada que poderia ser mais preciso do que o teste de garganta ou nariz que são mais comuns.

De acordo com o a mídia estatal chinesa Global Times, os pacientes em recuperação testaram positivo em amostras do trato digestivo inferior quando os cotonetes nasais e da garganta apontaram resultados negativos, levando a um uso crescente de cotonetes anais para diagnosticar o vírus chinês.

O governo comunista chinês aprovou a expansão do teste anal como “parte de um esforço maior para impedir a disseminação do coronavírus”, depois que um grupo de pesquisadores chineses disse que o teste anal é o método “ideal” para dar alta a pacientes hospitalizados.

“Curiosamente, a detecção de SARS-CoV-2 foi positiva no teste anal de dois pacientes e negativa no teste da garganta e amostras de escarro”, escreveram os pesquisadores. “Nós propomos testes anais como a amostra potencialmente ideal para detecção de SARS-CoV-2 para avaliação de alta hospitalar de pacientes de covid-19.”

O Centro Chinês para Controle e Prevenção de Doenças publicou instruções sobre como conduzir o teste: “se uma amostra de fezes não puder ser fornecida, uma haste com ponta de algodão deve ser inserida de 2,5 a 5 centímetros no reto”.

O The Washington Post relatou que o teste intrusivo gerou reações na plataforma de mídia social chinesa Weibo. Os usuários expressaram sua descrença e constrangimento sobre o método de teste.

Uma pesquisa do Weibo revelou que 80% dos participantes disseram que “não querem aceitar” o novo método de teste.

Alguns médicos chineses disseram que os cotonetes anais eram inconvenientes, acrescentando que só fazia sentido usá-los em circunstâncias específicas, como centros de quarentena.