Redes Sociais

Brunei

Sultão de Brunei suspende temporariamente a pena de morte para homossexuais

Redação

Publicado

em

O Sultão de Brunei Hassanal Bolkiah. Imagem: AFP/Stringer.

O sultão Hassanal Bolkiah disse no domingo que a moratória de Brunei sobre a pena de morte seria estendida após a introdução de um novo código penal da Sharia que prevê a pena de morte para homossexualidade e adultério.

A decisão do ex-protetorado britânico de estabelecer sodomia, adultério e estupro como crimes puníveis com a morte, apedrejamento ou agressão em um novo código penal, provocou protestos da comunidade internacional, incluindo os Estados Unidos e a França.

“Eu estou ciente de que há muitas questões e má interpretações relacionadas à implementação da lei. No entanto, acreditamos que, assim que elas forem resolvidas, o mérito da lei será evidente”, disse Hassanal Bolkiah em discurso antes do início do Ramadã, o mês sagrado para os islâmicos.

Alguns crimes já preveem a pena de morte em Brunei, incluindo assassinato premeditado e tráfico de drogas, mas nenhuma execução é realizada desde a década de 1990.


O Conexão Política é um portal de notícias independente. Ajude-nos a continuarmos com um jornalismo livre, sem amarras e sem dinheiro público » APOIAR

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

O Conexão Política é um portal de notícias independente — compromissado em transmitir os fatos. Analisamos e cobrimos os principais assuntos da política. Contribua: apoia.se/conexaopolitica

Parceiros

alan correa criação de sites