Redes Sociais

Mundo

Bíblia estará disponível para todos idiomas em 2033, dizem organizações de tradução das Escrituras

Thaís Garcia

Publicado

em

Aaron Burden | Unsplash

As principais organizações de tradução da Bíblia estão se unindo para cumprir um grande objetivo: elas desejam que as Escrituras estejam disponíveis para todas as pessoas na Terra até o ano de 2033.

Estima-se que um bilhão de pessoas em todo o mundo nunca ouviram a Palavra de Deus na língua que melhor entendem.

“A maioria das pessoas não percebe que há 6.000 idiomas únicos no planeta Terra hoje e, desses, 2.000 têm Escrituras adequadas, em 2.000 alguém está trabalhando e em 2.000 ninguém começou ainda”, disse Mart Green, diretor de investimentos do Ministério da Hobby Lobby.

Há uma década, as dez principais agências de tradução da Bíblia formaram a IllumiNations Alliance para acabar com o que chamam de “pobreza bíblica”. Mesmo com o apoio de cinco doadores principais, eles aprenderam que traduzir as Escrituras para todos os idiomas pode levar mais de 100 anos.

“Dissemos: ‘Oh, não, isso é um tempo muito longo. Precisamos ter um melhor senso de urgência’. Portanto, é uma meta de fé que acreditamos que em 2033, 95% do mundo terá o Antigo e o Novo Testamento”, disse Green à CBN News.

É por isso que a IllumiNations lançou a campanha ‘Eu Quero Saber‘, dando às pessoas a oportunidade de colaborar, patrocinando a tradução de um ou mais versículos da Bíblia.

“‘Onde está o seu tesouro, aí está o seu coração’, então, quando as pessoas começam a doar para a tradução da Bíblia, mesmo que seja US$ 34 uma vez só, ou muitas pessoas se inscreverem para doar US $ 35 por mês e continuar doando – então o coração delas estará lá”, declarou.

A campanha faz mais do que apenas colocar uma Bíblia nas mãos de um grupo de pessoas não alcançadas – permite que elas leiam as Escrituras na língua do coração.

Walkie, um falante nativo da língua Yupik do Alasca, se lembra do momento em que sua mãe entendeu a mensagem da Bíblia pela primeira vez.

“Antes de minha mãe morrer, eu podia ler o Salmo 139 em Yupik”, lembrou. “E ela disse: ‘Oh! Então é isso que significa para nós!'”. Os falantes de Yupik têm algumas das Escrituras em seu idioma, mas ainda estão esperando por uma Bíblia completa.

Comunidade surda

Não se trata apenas de línguas faladas, uma parte importante da campanha “Eu Quero Saber” é trabalhar com a comunidade surda. De acordo com a Deaf Bible Society (Sociedade Bíblica para Surdos), 95% das línguas de sinais não têm tradução da Bíblia.

“Podemos fazer isso se colaborarmos e se colaborarmos e todos se unirem, podemos fazer isso com melhor qualidade, mais rápido e mais barato para que todos tenham acesso à Carta de Amor que Deus nos escreveu”, afirmou Green.

 

Com informações, CBN News.

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.