Às vésperas das eleições, jornais argentinos chamam Bolsonaro de ‘nazista’

Autor: 3 Comentários Compartilhar:
Imagens: Reprodução

Bolsonaro é o terror para os planos da esquerda mundial. Agora, jornais sul-americanos atacam o candidato da direita, classificando o parlamentar como “nazista” e “novo Trump”.

Os títulos são variados, o jornal argentino para alemães “Argentinisches Tageblatt“, definiu Jair como um “Triumphiert“, uma forma de Donald Trump Brasileiro.

Outro jornal, o “Le Monde diplomatique“, trouxe em sua capa a seguinte frase:

Las elecciones brasileras definirán el futuro de la inegración, la vigencia de la izquierda y la orientación de América Latina en los próximos años.”

As eleições brasileiras definirão o futuro da integração, a validade da esquerda e a orientação da América Latina nos próximos anos.

Resta claro o desespero que a esquerda sul-americana está vivendo. O momento é de atacar Jair Bolsonaro a qualquer custo, nem que seja algo que não faça tanto sentido.

A guerra ideológica já ultrapassou o campo das ideias. O que vemos são jornais declaradamente se voltando contra o candidato que representa, para quase 50 milhões de pessoas, um futuro presidente.

O último jornal elencado chamou a eleição de Jair como um “Quarto Reich“, ou seja, uma continuação do Nazismo.

Além disso, ainda fez uma referência às compras de camisas a favor de Jair Bolsonaro, afirmando que quem compra é “nazista”. Consequentemente, o jornal argentino acaba chamando milhões de brasileiros de “nazistas”, o que não soa tão razoável.

Post anterior

Ministro do TSE suspende propaganda do PT que associa Bolsonaro à tortura

Próximo post

Haddad diz que Bolsonaro é ‘aberração’ e ‘figura doentia’

Você pode gostar também:

3 Comentários

Deixe uma resposta

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.