Redes Sociais

Mundo

Aos 85 anos, Mujica renuncia ao mandato de senador e encerra carreira política no Uruguai

Marcos Rocha

Publicado

em

EFE | KAI FÖRSTERLING

O ex-presidente e atual senador do Uruguai, José Alberto Mujica Cordano – mais conhecido como Pepe Mujica – renunciou ao seu mandato legislativo pelo país nesta terça-feira (20).

De acordo com ele, a pandemia da covid-19 antecipou a decisão de encerrar a carreira política.

“Esta situação me obriga, com muito pesar, por minha profunda vocação política, a solicitar que se tramite minha renúncia à cadeira que os cidadãos me concederam”, diz a carta escrita por Mujica e lida em sessão extraordinária do Senado.

Aos 85 anos, Mujica é portador de uma doença autoimune chamada Síndrome de Strauss. A comorbidade, junto com a idade avançada, coloca o político de esquerda no grupo de risco para o vírus chinês.

Em entrevista ao ‘El País’, ele disse gostar de política, mas que prefere pode viver o ‘máximo que puder’.

“Eu nem planejava ir [ao Senado], ia enviar um papelzinho, mas a vice-presidente me ligou e… não sei, ela queria que houvesse um pouco de glamour. E eu lhe disse: ‘Está bem, vou’ ― terei de dizer alguma coisa. Mas estou saindo do Senado porque esse coronavírus me botou para fora. Porque tenho 85 anos, quase 86, tenho uma doença imunológica, uma doença bem estranha, que não é qualquer doença, é dessas que os médicos ficam analisando e você percebe que não sabem porcaria nenhuma. E não posso nem me vacinar. Adoro a política, mas adoro mais esticar a vida o quanto puder”, afirmou.

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Editor-chefe do Conexão Política; residente e natural de Campo Grande/MS | FALE COMIGO: [email protected]

alan correa criação de sites