Redes Sociais

Alemanha

Ministro das Finanças comete suicídio na Alemanha, possivelmente devido à crise do vírus chinês

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

No sábado (28), o ministro das Finanças do estado alemão de Hesse, Thomas Schäfer, foi encontrado morto próximo aos trilhos dos trens de alta velocidade InterCityExpress (ICE), na Alemanha. O departamento de investigação criminal acredita que o ministro cometeu suicídio.

Nos últimos dias, os ministros responsáveis da República Federal tiveram que tomar decisões muito importantes sobre assistência emergencial a cidadãos e empresas, comprometendo muitas centenas de bilhões de euros.

“Esta notícia foi completamente inesperada”, disse Volker Bouffier, do partido de Angela Merkel, o CDU e primeiro ministro de Hesse, em uma mensagem em vídeo. “Estamos chocados, confusos e, acima de tudo, profundamente tristes”.

A morte repentina do ministro das Finanças do estado alemão de Hesse estaria relacionada ao seu medo da crise causada pelo vírus chinês.  O primeiro-ministro de Hesse, Volker Bouffier, disse em um comunicado em vídeo: “Acredito que essas preocupações [com a crise do vírus] o oprimiram”.

“Schäfer estava profundamente preocupado se ele poderia corresponder às enormes expectativas da população. Acredito que essas preocupações se tornaram demais para ele. Ele não viu saída, estava desesperado e nos deixou”, disse Bouffier.

Segundo Bouffier, Schäfer trabalhou dia e noite para lidar com a crise financeira.

Schäfer era Ministro das Finanças de Hesse desde 2010. A mídia alemã o caracteriza como uma figura importante no gabinete do estado; ele deveria suceder Bouffier como primeiro-ministro.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

Parceiros

alan correa criação de sites