Redes Sociais

França

Adiado o julgamento por corrupção do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Getty Images

O julgamento do ex-presidente francês Nicolas Sarkozy (65) foi adiado minutos após começar nesta última segunda-feira (23). Sarkozy, que está sendo julgado por corrupção junto ao advogado Thierry Herzog e o juiz Gilbert Azibert, estava presente durante o ato processual.

Nicolas Sarkozy, presidente da França entre 2007 e 2012, é acusado de tráfico de influências (supostamente cometido em 2014, ao tentar obter favores do juiz Azibert em outra investigação), conspiração relacionada a financiamento ilegal de campanha eleitoral de 2007 com dinheiro do regime do ditador líbio Moammar Kadhafi, corrupção passiva e lucro com dinheiro público desviado.

Um advogado de Azibert pediu que o julgamento fosse suspenso porque seu cliente ‘correria um risco maior de contrair Covid-19 devido ao seu problema cardíaco’. Os juízes decidirão na quinta-feira (26) se continuam ou suspendem o julgamento após um exame médico independente.

Segundo a lei francesa, uma pessoa condenada por corrupção pode pegar até 10 anos de prisão e uma multa de 1 milhão de euros, enquanto o tráfico de influências pode ser punido com até 5 anos de prisão e uma multa de € 500.000.

Sarkozy contesta as acusações.

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites