Redes Sociais

Mundo

Acordo de Paris “foi projetado para matar a economia americana”, diz Trump

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Shealah Craighead

Na reunião virtual do G20, no domingo (22), o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, voltou a defender a saída dos Estados Unidos do Acordo de Paris.

Conforme noticiou o Conexão Política, o governo americano deixou oficialmente o tratado climático em 4 de novembro.

“Retirei os Estados Unidos do injusto e unilateral acordo climático de Paris, um acordo muito injusto para os Estados Unidos”, afirmou.

“O acordo não foi projetado para salvar o meio ambiente. Foi projetado para matar a economia americana”, acrescentou o republicano.

Na contramão do que foi dito por Trump, Joe Biden disse que os Estados Unidos voltarão a fazer parte do tratado.

No entanto, é só a partir de 14 de dezembro que o país e o mundo saberão quem de fato será o presidente eleito, segundo o calendário eleitoral de 2020 dos EUA.

É neste dia que o Colégio Eleitoral vai se reunir e os representantes dos Estados votarão nos candidatos mais votados em seus territórios.

Portanto, o peso maior continua sendo de Donald Trump, que segue oficialmente com mandato de presidente.

Professor, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho.

alan correa criação de sites