Redes Sociais

Estados Unidos

“Acho que será muito rápido”, comenta Trump sobre processo de impeachment que será votado no Senado

Thaís Garcia

Publicado

em

Imagem: Reprodução

O processo de impeachment do presidente americano Donald Trump está agora nas mãos do Senado. O presidente John Roberts, da Suprema Corte, compareceu ao Congresso americano para prestar juramento. Ele liderará o processo e primeiro fez o juramento. Ele então pediu aos senadores que levantassem a mão direita e jurassem solenemente desempenhar suas funções ‘imparcialmente’. Eles então tiveram que assinar um livro para confirmar esse juramento.

Enquanto isso, Trump mostrou em seu Salão Oval da Casa Branca que não esperava um longo julgamento.

“Acho que será muito rápido”, disse ele a jornalistas. O presidente sempre negou ter cometido qualquer coisa e descreveu o julgamento como uma “caça às bruxas”.

Um dos cem senadores perdeu o juramento. O republicano James Inhofe estava em Oklahoma com um membro da família com problemas de saúde. Ele deverá prestar juramento mais tarde, disse um porta-voz.

As acusações contra Trump foram aprovadas pela Câmara dos Deputados, onde os democratas [esquerdistas] são a maioria. Eles acusam Trump de abuso de poder e de oposição ao Congresso.

O parlamentar democrata Adam Schiff, que atua como procurador-chefe, leu as acusações no Senado na quinta-feira (16).

Os senadores agora precisam decidir se o presidente sofrerá o impeachment. É necessária uma maioria de dois terços para isso. Provavelmente, isso não será alcançado porque o Partido Republicano de Trump tem maioria no Senado.

 

Ajude-nos a mantermos um jornalismo LIVRE, sem amarras e sem dinheiro público. APOIAR »

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites