Redes Sociais

Mundo

“A França continuará apoiando o povo palestino na construção de suas instituições e economia”, diz Macron a Abbas

Thaís Garcia

Publicado

em

Thaer Ghanaim/ Palestinian Presidency

O líder da Autoridade Palestina (AP), Mahmoud Abbas, se reuniu na quarta-feira (22) com o presidente francês, Emmanuel Macron, em Ramallah para discutir os últimos desenvolvimentos no “processo de paz” e em assuntos regionais, informou a agência de notícias Xinhua.

Durante a reunião, Abbas expressou a esperança de que a França reconhecesse um Estado palestino. Ele pediu à França que reconheça a “Palestina” para contornar o processo de paz com Israel.

Em conversa com Macron, Abbas enfatizou o papel da França em “resgatar o processo político do impasse causado pela intransigência de Israel”.

“Estamos seriamente envolvidos na organização de eleições parlamentares e presidenciais nos territórios palestinos, incluindo Jerusalém ocupada. Esperamos ansiosamente o reconhecimento dos países europeus que acreditam na solução de dois Estados e o reconhecimento da França do Estado da Palestina nas fronteiras de 1967 com Jerusalém Oriental como sua capital”, disse Abbas.

O presidente francês confirmou o apoio de seu país ao “processo de paz” na região com base na solução de dois Estados.

“A França continuará apoiando o povo palestino na construção de suas instituições e economia”, acrescentou Macron.

As autoridades árabes palestinas pressionam os países a reconhecer oficialmente a “Palestina”, em um esforço para contornar as “negociações de paz” diretas com Israel. Embora vários países europeus tenham reconhecido a “Palestina” nos últimos anos, esses movimentos foram simbólicos com pouco ou nenhum efeito diplomático real.

A chamada “terra da Palestina” fica em território israelense.

 

Com informações, Arutz Sheva e i24News.

 

Cristã e Correspondente Internacional na Europa.

alan correa criação de sites