Redes Sociais

Agronegócio

Ministro Ricardo Salles participa de assembleia ambiental da ONU no Quênia

Thaís Garcia

Publicado

em

Joedson Alves/EPA

O Ministério do Meio Ambiente informou nesta semana, que o ministro Ricardo Salles está participando da quarta sessão da Assembleia Ambiental das Nações Unidas, do dia 11 a 15 de março em Nairóbi, no Quênia.

Tema
O encontro tem como tema “Soluções inovadoras para desafios ambientais e consumo e produção sustentáveis”, e reúne ministros de meio ambiente de 193 países, entre delegados e partes interessadas no meio ambiente em âmbito mundial.

Objetivo
O objetivo da reunião é discutir e definir os rumos do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) para os próximos anos. Temas como os desafios ambientais mais urgentes e soluções inovadoras estão sendo discutidos na cúpula. As soluções desta reunião serão apresentadas em forma de resoluções a serem aplicadas pelos países-membros do ONU.

Participação do ministro
Neste dia 14, o ministro Ricardo Salles discursará sobre as prioridades da nova política ambiental do governo brasileiro, enfatizando a gestão ambiental urbana e o equilíbrio necessário entre meio ambiente, atividades agropecuárias e crescimento econômico. Abordará também o tema: monitoramento e a fiscalização contra o desmatamento ilegal.

Durante este período em Nairóbi, Ricardo Salles também participará de reuniões bilaterais com os ministros de Meio Ambiente da Noruega, Quênia e Chile, e com a diretora executiva do PNUMA. O ministro também comparecerá no “One Planet Summit”, evento que contará com a presença de líderes africanos, autoridades mundiais de meio ambiente, empreendedores, doadores e de organizações internacionais.

UNEA
A UNEA é subordinada ao Fórum Político de Alto Nível (HLPF) da Organização das Nações Unidas (ONU) e representa o corpo de mais alto nível de decisão mundial sobre meio ambiente, fruto da demanda de líderes mundiais pelo fortalecimento e aprimoramento do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA).

Equipe da ONU em desastre aéreo
O ministro Ricardo Salles participa da mesma conferência em Nairóbi, na qual uma equipe de 19 funcionários da ONU também participaria; porém, toda esta equipe foi vítima do desastre aéreo desta semana, do avião da Ethiopian Airlines.

157 vítimas fatais de 35 países estavam a bordo do voo da Ethiopian Airlines, que fazia a rota da capital etíope Addis Ababa para a capital queniana Nairóbi.

O Boeing 737 MAX entrou em colapso seis minutos após a decolagem, às 08:38h, hora local, depois que o contato por rádio foi perdido. O avião caiu a cerca de 50 quilômetros a sudeste da capital Addis Abeba.
.

Correspondente Internacional na Europa. Cristã, casada, mãe e bacharel em Relações Internacionais.

Publicidade
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Apoiar

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites