Redes Sociais

Lava Jato

Palocci afirma que houve “limpa” de documentos antes de operação contra Lula

Ex-membro do Partido dos Trabalhadores, Palocci ficou nacionalmente conhecido após ter ocupado o cargo de ministro da Fazenda no governo Lula.

Raul Holderf Nascimento

Publicado

em

Ricardo Moraes | Reuters

Em delação, o ex-ministro Antonio Palocci afirmou que documentos foram retirados das casas de ex-assessores Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e do Instituto Lula, em São Paulo, antes da fase da Operação Lava Jato, registra o G1 e O Antagonista.

De acordo com Palocci, o presidente do Instituto Lula, Paulo Okamotto, e Clara Ant, ex-diretora da entidade, tiveram pleno conhecimento que o ex-presidente seria alvo de uma operação policial, inclusive com clareza da data.

Dessa forma, ambos deslocaram imediatamente os documentos de suas residências.

Ainda segundo Palocci, Okamotto teria dito que fez “uma limpa” em sua casa.

Estudante de Letras, cristão, colunista, e redator. Amo ciências políticas, sou conservador e nordestino com orgulho. Brasil acima de tudo!

Publicidade
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Parceiros

Publicidade

alan correa criação de sites